Spotify estima que receita e número de assinantes ficarão abaixo do esperado

A Spotify também espera faturamento total na faixa de 1,99 bilhão a 2,19 bilhões de euros para o primeiro trimestre, abaixo das expectativas de 2,23 bilhões

Supantha Mukherjee, da Reuters
03 de fevereiro de 2021 às 11:59
Logo do Spotify
Logo do Spotify em Nova York
Foto: Lucas Jackson/Reuters

A Spotify estimou nesta quarta-feira que a receita e os números sobre assinantes ficariam abaixo das estimativas de Wall Street neste trimestre em razão da incerteza sobre quanto tempo a pandemia vai durar.

A empresa espera um total de assinantes premium na faixa de 155 milhões a 158 milhões para o primeiro trimestre, enquanto os analistas esperavam 163,5 milhões. A Spotify também espera faturamento total na faixa de 1,99 bilhão a 2,19 bilhões de euros para o primeiro trimestre, abaixo das expectativas de 2,23 bilhões de euros.

A Spotify viu um aumento acentuado no número de assinantes pagos durante pandemia e no quarto trimestre superou as estimativas de receita ao atingir 155 milhões de assinantes do serviço premium.

Embora a publicidade tenha sido atingida pela pandemia, ela teve pouco impacto no crescimento de assinantes e pode realmente ter contribuído para atrair novas assinaturas, disse a Spotify, acrescentando que o total de usuários ativos mensais aumentou 27%, para 345 milhões.

Os assinantes premium, que respondem pela maior parte da receita da Spotify, aumentaram 24% em relação ao ano anterior. Os analistas esperavam, em média, que a empresa de streaming de música tivesse 153,26 milhões de assinantes pagos, segundo dados da Refinitiv.

A receita do quarto trimestre aumentou 17%, para 2,17 bilhões de euros nos três meses encerrados em 31 de dezembro, superando as estimativas de 2,15 bilhões de euros.