Déficit comercial dos EUA aumenta 4,8% e bate recorde em fevereiro

Há expectativa de que o forte estímulo fiscal alimente o crescimento mais rápido em quase quatro décadas

Lucia Mutikani, da Reuters
07 de abril de 2021 às 10:48
Bandeira dos Estados Unidos
Bandeira dos Estados Unidos
Foto: Kevin Lanceplaine / Unsplash

O déficit comercial dos Estados Unidos aumentou para uma máxima recorde em fevereiro conforme a atividade se recuperou mais rapidamente do que os rivais globais e pode permanecer elevado este ano, com a expectativa de que o forte estímulo fiscal alimente o crescimento mais rápido em quase quatro décadas.

O Departamento do Comércio informou nesta quarta-feira (7) que o déficit comercial aumentou 4,8%, para um recorde de US$ 71,1 bilhões em fevereiro. Economistas consultados pela Reuters esperavam um déficit de US$ 70,5 bilhões.