Com avanço da Ômicron, Anac autoriza aéreas a reduzir número de comissários

Decisão veio em resposta a pedidos das próprias companhias; Latam também protocolou o mesmo pedido e aguarda manifestação da agência

Julyanne JucáBianca Camargoda CNN

Ouvir notícia

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou as companhias aéreas Gol, Azul e Latam a reduzirem o número de comissários em seus voos, em meio ao avanço de casos de Covid-19 entre a tripulação.

As concessões para Gol e Azul têm validade até 14 e 13 de março, respectivamente.

A decisão veio em resposta a pedidos das próprias companhias.

A Latam, que ainda aguardava resposta ao mesmo pedido, disse à CNN nesta quinta-feira (20) que também foi oficialmente autorizada pela Anac a reduzir o número de comissários em seus voos, “em função do recente aumento de casos de Covid-19 e de Influenza”.

“O pedido visa minimizar os impactos das dispensas médicas de seus funcionários, que têm ocasionado cancelamentos de voos”, diz em nota.

Nas primeiras semanas do ano, centenas de voos foram cancelados por conta da redução no quadro de funcionários das companhias — afastados com Covid-19 ou gripe.

Segundo a agência reguladora, as companhias deverão informar “a cada 15 dias a contar da publicação [da] portaria, a relação de voos nos quais houve redução no número de comissários, informando data, matrícula do avião, número do voo e hora da decolagem”.

Para a decisão, a Anac considerou a situação epidemiológica do país com o avanço da variante Ômicron “e seus respectivos impactos na disponibilidade de tripulantes para condução de voos regulares programados.”

Mais Recentes da CNN