Comissão especial da Câmara adia votação de relatório da PEC dos Precatórios

Motivo do novo adiamento foi o impasse sobre de onde sairá o pagamento do Auxílio Brasil de R$ 400

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A comissão especial da Câmara dos Deputados adiou, nesta quarta-feira (20), a votação do relatório da PEC dos Precatórios.

O motivo do novo adiamento foi o impasse sobre de onde sairá o pagamento do Auxílio Brasil de R$ 400. Nos bastidores, segundo apuração da repórter da CNN Bárbara Baião, havia um impasse entre a economia e a política em relação à aprovação da PEC.

A equipe econômica, já precificando o estouro do teto de gastos, queria colocar uma trava de R$ 30 bilhões para atender, até dezembro do ano que vem, 17 milhões de brasileiros na condição de extrema pobreza. Já o Congresso Nacional defendia um valor ainda maior, de cerca de R$ 40 bilhões.

O texto já foi lido no último dia 7 de outubro e foi concedida uma vista coletiva para que os deputados pudessem estudá-lo, adiando a votação para a última terça-feira (19). Porém, após novos impasses, a votação foi adiada novamente e ainda não há nova data para acontecer.

Mais Recentes da CNN