COP26: Cerca de 30 países devem acelerar transição para veículos não poluentes

São Paulo é um dos 40 governos regionais que assinam declaração

Carros elétricos são uma opção para o futuro
Carros elétricos são uma opção para o futuro DAVID MCNEW/AFP/Getty Images

Adriana Freitasda CNN

Escócia

Ouvir notícia

Mais de 30 representantes de países, 40 cidades e estados, além de dezenas de empresas e associação ligadas à indústria automobilística se comprometeram nesta quarta-feira (10), na COP26, em Glasgow, a acelerar a transição para veículos sem emissões de carbono para atingir os objetivos do Acordo de Paris.

Entre os países que se uniram no compromisso estão: Reino Unido, Israel, Paraguai, Uruguai, Chile e Dinamarca. O Brasil e os Estados Unidos, por enquanto, não assinaram a declaração. Entre as 40 cidades e governos estaduais que assinaram estão São Paulo, Barcelona, Los Angeles, São Francisco, California e Nova Iorque.

Na declaração, mencionam que “juntos, trabalharão para que todas as vendas de automóveis e caminhões novos sejam não poluentes em nível mundial até 2040 e no mais tardar até 2035 nos principais mercados”.

Além disso, fazem a promessa de: como cidades, estados e governos regionais, “trabalhar no sentido de converter as frotas de automóveis e demais veículos”; como fabricantes de automóveis, trabalharão “para atingir 100% de emissões zero nas vendas de veículos novos na próxima década”; e por fim, como instituições financeiras e investidores em fábricas de automóveis, se comprometem a “apoiar uma transição acelerada para veículos com emissão zero”.

Mais Recentes da CNN