Governo lança ‘Plano de Crescimento Verde’ focado em iniciativas sustentáveis

Novo programa do governo federal terá comitê ministerial para discutir implementação ou melhorias de práticas ambientais

Lourival Sant'Annada CNN

Ouvir notícia

O governo federal lança o “Plano de Crescimento Verde” nesta segunda-feira (25). A iniciativa envolve novos recursos do Banco dos Brics para projetos de conservação florestal, uso racional de recursos naturais e geração de emprego verde. O Planalto também terá um comitê com 10 ministérios para coordenar ações para atingir a neutralidade de carbono em 2050.

O plano gira em torno de seis segmentos: energia renovável, agricultura sustentável, indústria de baixa emissão, saneamento básico, tratamento de resíduos e ecoturismo. No comitê ministerial, serão debatidas soluções ambientais e sustentáveis que têm a ver com produção, infraestrutura, economia e relações exteriores do país.

No total, são R$ 240 bilhões que estão disponíveis somando o recurso do Banco dos Brics, da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar projetos de sustentabilidade.

O objetivo é atingir a neutralidade de carbono até 2050, além de metas de conservação da floresta, uso nacional dos recursos naturais e geração do emprego verde.

Para a agricultura de baixo carbono, por exemplo, o governo quer que em 10 anos o Brasil capture mais carbono do que emita com o agronegócio.

O comitê ministerial terá reuniões regulares para que cada ministério possa dizer quais são os gargalos que poderiam melhorar em relação ao meio ambiente. Em Infraestrutura, por exemplo, seria possível criar-se corredores e passagens seguras para os animais silvestres.

O plano foi oficializado dias antes da COP26, conferência climática das Nações Unidas (ONU) para debater soluções para o meio ambiente e a emissão de gases que impactam no aquecimento global. A cúpula acontece entre 31 de outubro e 12 de novembro, em Glasgow, na Escócia.

Mais Recentes da CNN