Quais são as perspectivas para a economia e os investimentos em 2021?

Aumento no número de casos de Covid-19 ainda é um fator para ser mantido no radar de quem investe

Podcast O Que Eu Faço, com Santander
Podcast O Que Eu Faço, com Santander Foto: CNN Brasil

CNN Brasil Business

Ouvir notícia

O ano de 2020 foi de altos e baixos para os investidores. Mas, ao que tudo indica, 2021 pode ser diferente. Pelo menos é o que afirmam especialistas como Arley Júnior, Advisory de Investimentos do Banco Santander. 

“Há diversos sinais de que a economia tende a caminhar para uma trajetória mais otimista no ano que vem. Isso gera um otimismo sobre os investidores e, consequentemente, uma expectativa positiva pros ativos financeiros”.

Os sinais a que Arley se refere vem tanto de fora quanto das projeções internas. No exterior, o início da vacinação nos Estados Unidos e o avanço do pacote fiscal americano são sinalizações positivas para o mercado. Já aqui dentro, é possível mencionar, por exemplo, o avanço da agenda de reformas. 

Leia também:
JP Morgan: 5 pontos de observação para a economia e investimentos em 2021
Ações mais baratas? B3 reduzirá taxas para investimentos a partir de fevereiro
Mudança de portfólio: saiba quais setores devem continuar em alta na B3

Apesar de tudo isso, a pandemia ainda é uma realidade, e o aumento no número de casos é um fator para ser mantido no radar de quem investe. Afinal de contas, a manutenção das regras de distanciamento social sem dúvidas geram impacto para a economia. 

No plano político, as incertezas envolvendo a presidência da Câmara e do Senado também ressoam no plano econômico, e Arley Junior afirma que o mercado ainda aguarda para avaliar qual será o perfil dos sucessores de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. No mais, o maior desafio do Brasil continua sendo o ajuste fiscal. 

Neste sentido, “o destaque é o dilema entre aumentar os gastos sociais e manter a credibilidade do teto de gastos”, afirma o advisory do Santander, que é o entrevistado do novo episódio do O que Eu Faço?, podcast sobre finanças e investimentos do CNN Brasil Business. 

Veja também:
Ouça todos os episódios do podcast ‘O que eu faço?’

Entre os pontos de alerta no exterior, Arley destaca a relação comercial entre Reino Unido e União Europeia no pós-Brexit e a guerra comercial entre Estados Unidos e China. 

A partir de todo esse contexto e projeções nacionais e internacionais, o investidor pode traçar um plano de como reformular sua carteira de investimentos para 2021. A dica do especialista do Santander é manter um portfólio diversificado e com o perfil do investidor. “Só assim ele vai poder explorar diferentes oportunidades que vão surgir. O principal é que o portfólio diversificado permite diluir o risco da carteira”, aconselha. 

Buscar um profissional da área para ajudar na formulação desse portfólio também é, de acordo com ele, uma boa ideia. 

Essas e outras dicas e perspectivas para o cenário econômico em 2021 estão no novo episódio do O que Eu Faço, podcast apresentado por Fernando Nakagawa e Luciana Barreto. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN