Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com fim do acordo do Mar Negro, preços do trigo e milho despencam

    Enquanto valores de trigo e milho caem, soja valoriza

    Valor do milho caiu 7,75 centavos para 5,06 dólares por bushel em Chicago
    Valor do milho caiu 7,75 centavos para 5,06 dólares por bushel em Chicago REUTERS/Stephane Mahe

    Por Tom Polansek, da Reuters

    Os contratos futuros de grãos dos EUA caíram nesta segunda-feira (17), com a saída da Rússia do acordo de exportação do Mar Negro. Fato não surpreende os operadores.

    Trigo e milho caíram depois de alta durante duas semanas, quando a Rússia anunciou que estava saindo do acordo que permitia à Ucrânia exportar grãos pelo Mar Negro.

    A Rússia há muito tempo ameaçava sair devido ao que chamou de “falha em atender às suas demandas de flexibilização das regras para exportações russas de alimentos e fertilizantes”.

    Analistas disseram que ainda há expectativas de que o acordo de grãos possa ser renovado, e que os mercados estavam bem cientes do risco de expiração do contrato.

    “Já ouvimos a Rússia dizer muitas, muitas vezes que eles querem sair do acordo de grãos”, disse Ted Seifried, estrategista-chefe de mercado da Zaner Ag Hedge. “O mercado está realmente cético de que realmente acabou.”

    O trigo mais ativo caiu 7,75 centavos a 6,5375 dólares por bushel em Chicago, enquanto o milho caiu 7,75 centavos para 5,06 dólares.

    A soja subiu 7,25 centavos para 13,78 dólares o bushel em meio à incerteza sobre o rendimento das safras dos EUA.

    O Departamento de Agricultura dos EUA, em um relatório semanal divulgado após o fechamento do pregão, classificou 55% da safra de soja do país em condições boas a excelentes, um aumento de 4 pontos percentuais e acima das expectativas dos analistas, que eram de 53%.