Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Conselho da Previdência Social aprova redução de juros para crédito consignado

    Órgão federal aprovou teto de juros de 1,70% ao mês, percentual menor que a proposta inicial da gestão petista, de 1,76%

    Gustavo Uribeda CNN

    O Conselho Nacional da Previdência Social aprovou nesta segunda-feira (13) a redução da taxa de juros para o crédito consignado a aposentados e pensionistas.O teto dos juros que era de 2,14%, desde o ano passado, passará a 1,70% ao ano. A mudança representa uma diminuição de 0,44 ponto percentual.

    A redução aprovada por doze votos a três é ainda maior do que a proposta inicial do governo federal, que era de 1,76%, como antecipado nesta segunda-feira (13) pela CNN.

    O colegiado federal também aprovou a diminuição da taxa de juros do empréstimo consignado para operações com cartão de crédito, que passou de 3,06% para 2,62% ao mês.

    “Vejo essas atuais taxas como abusivas para os beneficiários do INSS, que são pessoas, em sua grande maioria, extremamente vulneráveis. Buscamos encontrar um caminho que seja o melhor para a parte mais frágil: o povo brasileiro”, disse o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi.

    Hoje o sistema financeiro tem cerca de 17 milhões de pessoas com contratos ativos de empréstimo consignado em relação ao INSS. Todos os meses são realizados quase um milhão de contratos de consignados.

    Os contratos ativos totalizam mais de R$ 350 bilhões. Os novos teto e piso dos juros, se efetivamente aprovados, valem apenas para os futuros contratos.