Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    É cedo para pensar em corte de juros, afirma dirigente do Fed

    Williams afirmou ainda que política monetária está funcionando como pretendido e que inflação deve atingir meta

    Prédio do Federal Reserve em Washington, nos EUA
    Prédio do Federal Reserve em Washington, nos EUA 26/01/2022 - REUTERS/Joshua Roberts

    Maria Lígia Barros, do Estadão Conteúdo

    O presidente da distrital de Nova York do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), John Williams afirmou que é prematuro pensar sobre quando começar a cortar juros.

    No momento, a principal questão para o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) é se as taxas estão no patamar adequado, disse o dirigente nesta sexta-feira (15), em entrevista à CNBC.

    Williams afirmou ainda que a política monetária está funcionando como pretendido, e que o Fed está confiante de que a inflação atingirá a meta.

    Ele falou que, no geral, as condições financeiras ficaram mais apertadas, a despeito da recente volatilidade do mercado.

    “Temos que olhar o movimento constante e não o que sobe e desce”, falou ele.

    Contudo, o sinal do dirigente não foi bem recebido pelo mercado, que após as últimas divulgações do Fed e da inflação dos EUA esperavam que os cortes de juros estariam próximos.

    Com a quebra de expectativa, as bolsas norte-americanas operavam em ritmo controlado e o Ibovespa oscilava ao longo do pregão.

    Veja também: BC reduz Selic no Brasil, e FED mantém taxa de juros nos EUA em “Super Quarta”