Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, aumenta participação na Occidental Petroleum

    Empresa de extração teve o melhor desempenho no S&P 500 este ano, impulsionada pela disparada nos preços do petróleo

    Warren Buffett: Berkshire divulgou em sua reunião anual de acionistas em maio que a Chevron era uma das principais participações da empresa no final do primeiro trimestre
    Warren Buffett: Berkshire divulgou em sua reunião anual de acionistas em maio que a Chevron era uma das principais participações da empresa no final do primeiro trimestre Reuters

    Paul R. La Monicado CNN Business

    A Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, está apostando que o boom do petróleo não terminará tão cedo. A companhia divulgou em um documento regulatório na quarta-feira (22) que gastou cerca de US$ 529 milhões para comprar quase 9,6 milhões de ações da Occidental Petroleum na semana passada.

    A Berkshire Hathaway fez as compras entre 17 e 22 de junho. O conglomerado de Buffett agora detém uma participação de 16,3% na Occidental Petroleum, tornando-se de longe o maior proprietário das ações. A gigante dos fundos mútuos Vanguard é o segundo maior investidor, com uma posição de quase 11% na empresa.

    A Occidental Petroleum teve o melhor desempenho no S&P 500 este ano, subindo 92% à medida que os preços do petróleo dispararam. As ações subiram mais de 3% no início do pregão desta quinta-feira (23).

    Mas a Occidental não é a única empresa de energia que a Berkshire aposta. A Chevron, a principal ação da Dow em 2022, também é a favorita de Buffett e sua equipe de investidores. Os executivos da Berkshire, Ted Weschler e Todd Combs, administram o portfólio junto com o Oracle of Omaha.

    A Berkshire divulgou em sua reunião anual de acionistas em maio que a Chevron era uma das principais participações da empresa no final do primeiro trimestre.

    A companhia disse que possuía uma participação de quase US$ 26 bilhões na gigante do petróleo, uma posição que perdia apenas suas participações na Apple (AAPL), Bank of America (BAC) e American Express (AXP) na época. O valor da participação de longa data da Berkshire na Coca-Cola (KO) ultrapassou o da Chevron e da AmEx.

    O ramo de petróleo e energia também é uma parte importante do negócio operacional geral da Berkshire. A subsidiária de energia da empresa possui as principais concessionárias de energia elétrica, incluindo PacifiCorp e MidAmerican, oleodutos e gasodutos naturais e várias empresas de energia renovável.

    Greg Abel, vice-presidente da Berkshire que a supervisiona, além outros negócios não financeiros da empresa, foi escolhido no ano passado para suceder Buffett, de 91 anos, como CEO da Berkshire Hathaway.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original