Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Iene japonês atinge 155 por dólar, nível mais fraco desde 1990

    Dados fortes de inflação dos EUA afastam previsão de corte e fizeram moeda subir

    Nota de 1000 ienes sobre várias notas de dólares
    Nota de 1000 ienes sobre várias notas de dólares 10/03/2023 - REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo

    Reuters

    O iene caiu nesta quarta-feira (24) para o nível mais fraco em relação ao dólar desde 1990, com os mercados em alerta a qualquer sinal de intervenção das autoridades japonesas para sustentar sua moeda.

    O dólar chegou a atingir 155,17 ienes, valor mais alto desde 1990, antes de cair novamente em negociações instáveis, um sinal de nervosismo do mercado em torno do nível 155. A moeda norte-americana era negociada a 154,97 ienes, com alta de 0,09%.

    O declínio do iene ocorreu após uma série de dados fortes de inflação dos EUA terem levado o dólar para máximas de cinco meses e reforçado expectativas de que o Federal Reserve não deve ter pressa para cortar a taxa de juros este ano.

    A queda do iene em relação ao dólar reavivou a expectativa de intervenção cambial. O ministro das Finanças do Japão, Shunichi Suzuki e outras autoridades disseram que estão observando as movimentações cambiais e responderão conforme necessário.

    O dólar forte prevaleceu nas reuniões de primavera do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial na semana passada em Washington, e Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul emitiram uma rara declaração conjunta sobre o assunto.

    Falando após a reunião dos líderes financeiros do G20 em Washington, o presidente do Banco do Japão, Kazuo Ueda, disse que o banco central japonês poderá aumentar novamente as taxas de juros se a queda do iene elevar significativamente a inflação, destacando o dilema que a moeda fraca se tornou para as autoridades.

    O Banco do Japão conclui reunião de política monetária na sexta-feira (26).