Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Wall Street: Dow Jones cai, mas S&P 500 e Nasdaq fecham em níveis recordes

    Investidores aguardam declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, e da divulgação de dados de inflação

    Bolsa de Valores de Wall Street, em Nova York, EUA
    Bolsa de Valores de Wall Street, em Nova York, EUA REUTERS/Andrew Kelly

    André Marinho*, do Estadão Conteúdo

    As bolsas de Nova York fecharam sem sinal único nesta segunda (8), com foco no noticiário corporativo em uma sessão sem muitas novidades para os planos do Federal Reserve (Fed).

    Investidores operaram lentamente a espera de declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, e da divulgação de dados de inflação, nos próximos dias.

    O índice Dow Jones caiu 0,08%, a 39.344,79 pontos; o S&P 500 subiu 0,10%, a 5.572,85 pontos; e o Nasdaq ganhou 0,28%, a 18.403,74 pontos.

    Apesar do ímpeto limitado, S&P 500 e Nasdaq voltaram a renovar recordes de fechamento.

    A ação da Paramount Global caiu 5,33%, após anúncio de acordo que prevê a fusão com a produtora Skydance Media. Pelo negócio, os acionistas de classe B receberiam US$ 15 por ação em dinheiro por até 48% de suas ações.

    Os detentores de ações com direito a voto de classe A receberiam US$ 23 por ação, ou 1,53 ações da classe B.

    Essa disparidade deve judicializar o processo, na visão de analistas da Stone Fox Capital.

    Para eles, provavelmente a Paramount irá sofrer muitos processos judiciais, além de não haver justificativa para o acionista de classe A receber US$ 23 e o de classe B receber US$ 15.

    Entre outros setores, a American Depositary Receipts (ADR, na sigla em inglês) da Møller-Maersk caíram 5,39%, em meio à possibilidade de cessar-fogo em Gaza.

    A trégua tende a diminuir os ataques dos houthis no Mar Vermelho, um dos fatores que têm elevado os custos de frete nos últimos meses.

    Na outra ponta, a farmacêutica Morphic disparou 75,06%, depois do anúncio da compra da empresa pela Eli Lilly, que subiu 0,38%. Também em destaque, Intel subiu 6,15% e liderou os ganhos entre pares como Nvidia (+1,92%) e AMD (+3,95%).

    No quadro macro, investidores se posicionaram para importante eventos marcados para esta semana.

    Amanhã (9) e na quarta-feira (10), Powell participará de audiências no Congresso dos EUA. Já na quinta-feira (11), o foco se voltará para o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do país em junho.

    *Com informações da Dow Jones Newswires