Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ouro fecha em baixa moderada, com dólar forte e estabilização antes de decisão do Fed

    Analistas do Commerzbank afirmam que o ouro esteve em foco diante de notícias de que, em maio, o Banco do Povo da China fez uma pausa nas suas compras do metal

    O ouro registrou leve queda nesta terça-feira (11) em quadro de dólar valorizado e sinais de estabilização no mercado do metal, após perdas na semana passada
    O ouro registrou leve queda nesta terça-feira (11) em quadro de dólar valorizado e sinais de estabilização no mercado do metal, após perdas na semana passada Banco Central do Brasil via Flickr

    Estadão Conteúdo

    O ouro registrou leve queda nesta terça-feira (11) em quadro de dólar valorizado e sinais de estabilização no mercado do metal, após perdas na semana passada.

    Além disso, havia expectativa pela publicação, na quarta-feira (12) do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) e da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

    O cobre para agosto fechou em queda de 0,02%, em US$ 2.326,60 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

    Analistas do Commerzbank afirmam que o ouro esteve em foco recente diante de notícias de que, em maio, o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) fez uma pausa nas suas compras do metal.

    Ainda na avaliação do banco alemão, a perspectiva para a política monetária do Fed ocupa um espaço cada vez maior para o ouro novamente, após divergência vista em meses recentes.

    O Commerzbank espera que o contrato chegue ao fim deste ano em US$ 2.200 a onça-troy.

    Já o TD Securities vê o ouro ainda apoiado, apesar da incerteza sobre o Fed.

    O banco lembra que aumentou essa incerteza sobre a trajetória do BC americano, após dados fortes recentes que tendem a adiar o relaxamento monetário.