Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Meta corta preço de óculos de realidade virtual para tentar atrair usuários

    Carro-chefe nas ofertas da companhia no segmento, Meta Quest Pro, será vendido por US$ 999, abaixo do preço de lançamento de US$ 1.499

    Meta
    Meta Los Angeles, California, EUA08/06/2022REUTERS/Mike Blake

    da Reuters

    A Meta Platforms cortou os preços de seus headsets de realidade virtual na esperança de aumentar a demanda, já que as apostas ousadas da empresa no metaverso têm enfrentado dificuldades para atrair público.

    O carro-chefe nas ofertas da companhia no segmento, Meta Quest Pro, será vendido por US$ 999, abaixo do preço de lançamento de US$ 1.499, e a versão Quest 2 256 GB de US$ 499 por US$ 429, disse o presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, nesta sexta-feira (3).

    A empresa apontou vendas mais baixas do Quest 2 como a razão por trás de uma queda de 17% na receita do quarto trimestre na unidade Reality Labs, que inclui ofertas relacionadas a realidade virtual.

    A divisão teve prejuízo de US$ 13,7 bilhões no ano passado e de mais de 10 bilhões em 2021.

    O Quest Pro, com câmeras voltadas para fora que capturam transmissão ao vivo em 3D do ambiente físico e permitem ao usuários executarem funções como pendurar quadros virtuais em uma parede do mundo real, é voltado a designers, arquitetos e outros profissionais de criação.

    Embora os headsets de realidade virtual tenham adicionado recursos mais avançados mais recentemente, sua adoção fora da comunidade de videogames tem sido lenta.

    No mês passado, a chinesa Tencent, a maior produtora de videogames do mundo, desistiu de planos de se aventurar em hardware de realidade virtual enquanto estava em negociações para distribuir a linha de produtos Meta Quest na China.