Veja onde assistir aos indicados ao Globo de Ouro 2021

Netflix liderou as indicações, sendo a mais indicada para filmes e séries, seguida do Amazon Prime Vídeo em filmes e do HBO GO em séries

Larissa Santos, colaboração para a CNN Brasil
05 de fevereiro de 2021 às 05:00 | Atualizado 26 de fevereiro de 2021 às 12:44
Globo de Ouro
The Crown, Mank, O Gambito da Rainha e A Voz Suprema do Blues fazem parte da lista dos indicados ao Globo de Ouro 2021
Foto: Reprodução/Netflix

Neste domingo (28), ocorre a 78º edição do Globo de Ouro, premiação que elege os melhores desempenhos no mundo dos filmes e das séries. A cerimônia de anúncio dos vencedores está chegando, mas ainda dá tempo de conferir as produções indicadas. Isso porque a Netflix liderou as indicações, sendo a mais indicada para filmes e séries, seguida do Amazon Prime Vídeo em filmes e do HBO GO em séries — ou seja, dá para acompanhar tudo do sofá da sala.

A liderança dos streamings era prevista, pois com o fechamento dos cinemas devido a pandemia do Covid-19, filmes que estreariam nas salas tiveram o lançamento adiado ou foram direto para as plataformas online.

A pandemia do coronavírus também adiou a data da cerimônia do Globo de Ouro, que normalmente acontece em janeiro, mas este ano será dia 28 de fevereiro. O Globo de Ouro costuma abrir a temporada de premiações de elite e costuma ser um termômetro para o Oscar, que habitualmente é uma das últimas cerimônias.

Veja onde assistir os principais indicados ao Globo de Ouro:

Netflix

A Netflix possui 42 indicações nesta edição do Globo de Ouro, disparada a mais indicada da edição. E a maior parte das produções já estão disponíveis para o público.

Entre os destaques, está a série The Crown, que conta a história da família real britânica.

A produção levou seis indicações, incluindo "Melhor Série de Drama", "Melhor Atriz em Série de Drama" para Olivia Colman, que interpreta a Rainha Elizabeth II na 2º fase da monarca, e Emma Corrin, pelo papel de Princesa Diana. As quatro temporadas de The Crown estão disponíveis na Netflix.

Outras duas minisséries que chamaram a atenção da premiação são O Gambito da Rainha e Nada Ortodoxa, que estrearam ano passado na plataforma.

Olivia Colman como rainha Elizabeth em The Crown
Olivia Colman como rainha Elizabeth em The Crown
Foto: Reprodução

Com 8 episódios, O Gambito da Rainha está entre as séries mais assistidas do streaming. A produção conta a história de Beth Harmon, uma jovem prodígio no xadrez. Nada Ortodoxa é dividida em 4 partes e se baseia na história real de uma jovem judia que foge para Berlim para fugir de um casamento arranjado.

Emily in Paris, indicada a "Melhor Série de Comédia ou Musical" gerou polêmica nas redes ao ser indicada. Internautas ficaram revoltados com a indicação da série que foi bastante criticada na época do lançamento. Com a 2º temporada confirmada, a sitcom traz Lily Collins no papel de Emily, que vai construir uma nova vida na cidade luz. Collins inclusive foi indicada à "Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical".

Disputando ao lado de The Crown estão as produções Ozark, com 3 temporadas disponíveis e Ratched, novata na casa com uma temporada. A dupla ainda angariou indicações a "Melhor Atriz em Série de Drama" para Sarah Paulson (Ratched) e Laura Linney (Ozark) e "Melhor Ator em Série de Drama" para Jason Bateman (Ozark).

Com apenas uma indicação cada, a minissérie Hollywood e o spin-off de Breaking Bad, Better Call Saul podem ser assistidas na plataforma.

A chuva de indicações não foi apenas para séries. Netflix liderou também nos filmes, em especial Mank com seis indicações, incluindo Melhor Filme de Drama e Melhor Ator em Filme de Drama para Gary Oldman. O longa, assinado por David Fincher, conta a conturbada história de Herman J. Mankiewicz, roteirista do clássico longa Cidadão Kane (1941).

Os 7 de Chicago, que estreou em setembro do ano passado, está concorrendo em 5 categorias, entre elas a de Melhor Filme de Drama. A Voz Suprema do Blues, filme que marca a despedida de Chadwick Boseman, disputam as categorias de "Melhor Ator"/"Atriz de Filme de Drama", para Viola Davis e o próprio Boseman, que pode ganhar o prêmio depois de falecer.

Também concorrem nas categorias cinematográficas pela Netflix: A caminho da lua, A festa de formatura, Rosa e Momo, Pieces of a Woman, O céu da meia-noite, Era uma vez um sonho. O longa I Care que foi lembrado pela academia na premiação, só estreará no streaming do Brasil no dia 19 de fevereiro.

Amazon Prime Video

A Amazon aparece como a segunda mais indicada em filmes, com 10 indicações. Se destacam o longa Uma noite em Miami, a estreia de Regina King como diretora.

E que bela estreia por sinal, podendo ganhar a estatueta de Melhor Diretora da noite. O longa concorre também em melhor música pela canção Speak Now, parceria de Leslie Odom Jr e Sam Ashworth.

Borat 2: Fita de Cinema Seguinte está disponível no Prime Video e concorre como "Melhor Filme de Comédia", "Melhor Ator" e "Melhor Atriz de Comédia".

O repórter cazaque Borat, personagem de Sacha Baron Cohen
O repórter cazaque Borat, personagem de Sacha Baron Cohen
Foto: Reprodução

Riz Ahmed é indicado a Melhor Ator pela produção O Som do Silêncio, longa sobre um baterista de heavy metal que começa a dar sinais de perda da audição.

A minissérie antológica Small Axe, dirigida por Steve McQueen e estrelada por John Boyega, ainda não está disponível no Prime Video do Brasil mas deve vir logo, já que estreou em novembro em terras estrangeiras.

Al Pacino também concorre a uma estatueta pela Amazon, pela série de drama Hunters, que foi para o streaming em fevereiro de 2020.

Através da parceria “canais” entre a Amazon Prime Video e a Starzplay, algumas séries indicadas chegam ao Brasil. Entre elas, com 5 indicações está Schitt’s Creek, sitcom conhecida pelo mundo das premiações.

The Great e a minissérie Normal People, ambas produzidas pela Hulu, também podem ser acessadas pelo canal Starzplay. A série estreante concorre na categoria de Melhor Série de Comédia ou Musical e a minissérie disputa a categoria de Melhor Minissérie ou Filme para TV e Melhor Ator Coadjuvante.

HBO GO

Logo atrás da Netflix, a HBO é a segunda com mais indicações em séries, com 7 indicações. A minissérie The Undoing, concorre em 3 categorias e foi um dos destaques nos lançamentos do ano passado. Nicole Kidman, indicada pelo Globo, foi muito aclamada pela crítica pelo seu papel como a terapeuta Grace Fraser, protagonista da obra. Também concorre Donald Sutherland, como Melhor Ator Coadjuvante para TV.

O terror de ficção científica, Lovecraft Country briga na categoria de Melhor Série de Drama do ano. Com produção executiva de destaque como J.J. Abrams e Jordan Peele, a série se baseia no livro de terror de mesmo nome.

The Flight Atendant, estrelada por Kaley Cuoco, foi uma surpresa entre os indicados . Cuoco recebeu sua primeira indicação ao Globo de Ouro pelo papel pela comissária de bordo Cassie Bowden, que acorda em Bangkok ao lado do cadáver de um dos passageiros.  A série estreou em novembro de 2020 e já tem uma segunda temporada confirmada.

Disney+

As indicações nas categorias de animação para as produções da Disney já são um hábito de toda premiação. O que inova em 2021 é que longas que estrearam apenas no streaming, a Disney+, concorrem pela estatueta. No Brasil, a Disney+ chegou no dia 17 de novembro de 2020.

Esse é o caso de Soul, que foi lançado diretamente na plataforma online no dia 25 de dezembro e concorre a "Melhor Animação". Longa conta a história de Joe Gardner, um apaixonado por jazz que embarca em uma aventura em outro plano para conseguir realizar sua paixão.

Hamilton também foi uma das apostas do lançamento do streaming da criadora do Mickey. A versão filmada do musical tem uma proposta diferente dos filmes musicais, pois é uma gravação da própria peça. O longa concorre em Melhor Filme de Comédia ou Musical, e Lin-Manuel Miranda na categoria de Melhor Ator de Filme de Comédia ou Musical.

Cartaz de Soul
Soul, nova produção Disney Pixar, promete emocionar as famílias no Natal
Foto: Divulgação/Disney+

Uma das poucas produções que escapou de ir para os streamings, pois estreou nos cinemas no começo de março do ano passado, foi Dois irmãos, que conseguiu uma bilheteria de 141,9 milhões de dólares.

The Mandalorian disputa o prêmio de Melhor Série de Drama e é um destaque da Disney. A produção que se passa no universo de Star Wars foi lançada em 2019 e chegou em terras tupiniquins junto com o lançamento do streaming. Uma segunda temporada foi exibida semanalmente pela Disney+ em 2020. Todos os episódios estão disponíveis na plataforma.

Cinema

Alguns longas estão prometidos para estrearem nas telonas brasileiras. Promising Young Woman, concorrente da categoria de Melhor Filme de Drama, tem previsão de estreia dia 18 de março.

A comédia ácida narra a vida da azarada Cassie, que após um erro no passado tem vê seu futuro desmoronar. Com uma vida dupla pela noite, ela pretende consertar seus erros e seguir em frente.

Judas e o Messias Negro chegou aos cinemas em 25 de fevereiro, longa que fala sobre a vida de Fred Hampton, líder dos Panteras Negras.

The Father tem estreia marcada para 11 de março na telona. No longa, contracenam Olivia Colman e Anthony Hopkins, ambos concorrendo nas categorias de Melhor Ator e Melhor Atriz Coadjuvante e o longa briga pelo prêmio de Melhor Filme de Drama. Também no dia 11 de março estreia Os Pequenos Vestígios, um thriller policial com Denzel Washington, Rami Malek e Jared Leto, o último concorrendo a Melhor Ator Coadjuvante.

No dia 23 de março, a animação que concorre a melhor da categoria, Os Croods 2: Uma Nova Era, será lançada no Brasil.