Corpo de Paulo Gustavo é cremado em cerimônia restrita a familiares e amigos

Ator morreu na última terça-feira (4) por complicações decorrentes da Covid-19

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
06 de maio de 2021 às 16:29 | Atualizado 07 de maio de 2021 às 00:32
player-mask
player-img

 

O corpo do ator Paulo Gustavo foi cremado no cemitério Parque da Colina, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (6). A cerimônia foi destinada apenas aos familiares e amigos próximos do artista.

Paulo Gustavo morreu na última terça-feira (4) por complicações decorrentes da Covid-19. Ele deixou o marido, o médico Thales Bretas, e dois filhos de 1 ano, Romeu e Gael. 

A cerimônia de cremação do ator ocorreu em Niterói, cidade em que ele nasceu e cresceu, e que serviu de cenário para as locações do principal sucesso da carreira do ator: o filme Minha Mãe é uma Peça, onde Paulo Gustavo interpretou a cativante Dona Hermínia. 

Apesar de os fãs não poderem participar da cerimônia de despedida, em decorrência da pandemia de Covid-19, muitas homenagens foram realizadas nos últimos dias. Alguns admiradores de Paulo Gustavo deixaram flores na porta do hospital onde ele ficou internado por quase dois meses.

Já na noite de quarta-feira (5), muitas cidades participaram de um "aplaudaço", ato que foi organizado pela internet, como forma de homenagear o artista. 

Luta contra a Covid-19

Internado desde 13 de março, Paulo Gustavo realizou tratamento em um hospital privado em Copacabana, no Rio de Janeiro. Pouco depois, em 21 de março, Paulo Gustavo teve de ser intubado devido às dificuldades respiratórias causadas pelo novo coronavírus. 

Após alguns dias de evolução favorável, Paulo Gustavo voltou a piorar no início de abril, necessitando de um tratamento conhecido como Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO, na sigla em inglês), que buscava auxiliar a função pulmonar. 

No fim de abril, houve nova piora no quadro: o ator apresentou um quadro de pneumonia bacteriana.  De acordo com o último boletim médico, o ator morreu às 21h12 do dia 4 de maio, pelas complicações decorrentes da Covid-19.

Paulo Gustavo no camarim
O ator e diretor Paulo Gustavo no camarim (09/11/2016)
Foto: Daniela Ramiro/Estadão Conteúdo