Autor Gilberto Braga morre aos 75 anos

Autor de grandes sucessos da teledramaturgia brasileira, destacam-se entre seus trabalhos as novelas Vale Tudo e Dancin' Days

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O autor Gilberto Braga morreu na noite desta terça-feira (26), aos 75 anos, vítima de complicações por conta de uma infecção sistêmica, segundo informações da assessoria de imprensa da Rede Globo. Gilberto era casado com Edgar Moura Brasil, decorador e seu companheiro por quase 50 anos.

Autor de grandes sucessos da teledramaturgia brasileira, destacam-se entre seus trabalhos as novelas Vale Tudo, Dancin’ Days, Anos Dourados, Força de um Desejo e Celebridade.

Gilberto Braga iniciou a carreira como crítico de teatro e cinema do jornal O Globo. Sua estreia na TV Globo, como autor, ocorreu em 1972, com uma adaptação de A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas, para um Caso Especial.

De acordo com informações da Globo, sua primeira experiência em telenovela foi com Corrida do Ouro, em 1974, quando dividiu a autoria com Lauro César Muniz e Janete Clair.

O primeiro sucesso veio dois anos depois, com Escrava Isaura. Em 1978, estreou no horário nobre, com um dos seus maiores sucessos: Dancin’ Days.

O autor venceu o Emmy Internacional de Melhor Telenovela em 2008, por seu trabalho em Paraíso Tropical.

“A temática sempre tão atual era outra importante característica de suas obras. Um bom exemplo disso foi a novela ‘Celebridade’, de 2003, que falava essencialmente sobre a busca pela fama. No elenco, nomes como Malu Mader, Cláudia Abreu, Fábio Assunção, Marcio Garcia e Marcos Palmeira”, escreveu a Globo.

“Gilberto, em parceria com seus diretores, fazia questão de escolher cada um dos atores. Ele conhecia esses artistas em cena, especialmente como seus textos eram interpretados por eles e, uma vez escalados, escrevia os diálogos pensando em quem iria interpretá-los. Essa dobradinha “personagem/elenco” era fundamental no processo criativo do autor”, acrescentou a emissora.

A última novela de Gilberto Braga foi ‘Babilônia’, em parceria com Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. Exibida em 2015, ela foi dirigida por Dennis Carvalho, um parceiro e amigo com quem trabalhou desde 1988, em ‘Vale Tudo’.

Desde então, Dennis se tornou habitual diretor dos trabalhos de Gilberto, comandando as equipes de ‘O Dono do Mundo’, ‘Celebridade’ e ‘Insensato Coração’.

Gilberto Braga destacou-se por vilões inesquecíveis, como Odete Roitman, de Vale Tudo.

“Gilberto nunca escondeu que escrever para os vilões tinha um tempero especial. Talvez, por isso, somado ao seu estilo e talento ímpares, o autor colecione uma lista memorável de vilãs, como Odete Roitman e Maria de Fátima, vividas respectivamente por Beatriz Segall e Gloria Pires, em ‘Vale Tudo'”, disse a Globo por meio de um comunicado.

Mais Recentes da CNN