Celular de Alec Baldwin será apreendido para investigação de morte de diretora

Autoridades dos EUA querem obter mensagens, registros de ligações, fotos e vídeos do aparelho relacionados à produção do filme "Rust"

Ator Alec Baldwin, em Nova York.
Ator Alec Baldwin, em Nova York. Foto: Reuters

Amir VeraJosh CampbellKay Jonesda CNN

Ouvir notícia

O ator Alec Baldwin é alvo de um mandado de busca para apreender seu telefone celular em conexão com a morte da diretora Halyna Hutchins no set do filme “Rust“, de acordo com documentos judiciais divulgados nesta quinta-feira (17) pelo condado de Santa Fé, no estado do Novo México, nos Estados Unidos.

Na quinta-feira, um juiz expediu o mandado que afirma que Baldwin, junto com seu advogado, foram solicitados a entregar o telefone, e o detetive foi instruído a “adquirir um mandado”.

As autoridades procuram obter mensagens, registros de chamadas, fotos e vídeos, bem como quaisquer mensagens privadas enviadas em plataformas de mídia social em relação à produção de “Rust”, disse o mandado.

Ele também procura obter todos os vídeos, fotos e mensagens deletadas do telefone que tenham a ver com o filme.

Hutchins foi morta após um disparo de tiro acidental, em 21 de outubro do ano passado, durante um ensaio para uma cena em uma igreja no Bonanza Creek Ranch, no Novo México.

O diretor Joel Souza também se feriu no acidente.

Baldwin disse ao jornalista George Stephanopoulos da ABC News no início deste mês que a cena iria mostrá-lo engatilhando a arma, e ele e Hutchins estavam repassando como ela queria posicionar a mão dele antes que a arma disparasse.

“E eu engatilho a arma, e digo, ‘Você pode ver isso? Você pode ver isso? Você pode ver isso?’ E ela disse […] e então larguei o cão da arma e a arma disparou. Larguei o cão da arma, e a arma disparou”, lembrou Baldwin.

Ele disse que estava apontando a arma para o lado da câmera, conforme Hutchins o instruía, na direção dela.

“Estou segurando a arma onde ela me disse para segurá-la, que acabou sendo apontada bem abaixo de sua axila, foi o que me disseram”, disse Baldwin.

Quando questionado por que ele apontou a arma para Hutchins e puxou o gatilho quando isso não estava no roteiro, Baldwin disse: “Eu nunca apontaria uma arma para alguém e puxaria o gatilho, nunca”.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN