Filho de John Lennon coloca à venda objetos dos Beatles em formato de NFTs

Chamada de Lennon Collection, itens têm lance mínimo a partir de US$ 4 mil, mas manuscrito de “Hey Jude" começa em US$ 30 mil

Julian, filho de John Lennon, criou uma série chamada NFTs Lennon Collection
Julian, filho de John Lennon, criou uma série chamada NFTs Lennon Collection Wikimedia Commons

Da CNN Brasil

Ouvir notícia

Julian Lennon, filho de John Lennon, colocou à venda objetos pessoais dos Beatles e do pai em formato de NFT – tokens não fungíveis. Entre os itens estão notas de Paul McCartney para a música “Hey Jude”, e roupas icônicas e guitarras usadas por Lennon enquanto ele estava no grupo.

 

Os NFTs são uma espécie de certificação digital que cede a titularidade de uma obra de arte a um comprador. Para a venda, que será em formato de leilão, Julian criou uma série chamada NFTs Lennon Collection e o lance mais barato começa em US$ 4 mil. Já o manuscrito de McCartney de “Hey Jude”, os lances começam em US$ 30.000 (cerca de R$ 165.000).

Segundo o próprio Julian divulgou em seu perfil no Twitter, parte da renda arrecadada será revertida para a White Feather Foundation, fundação criada por ele com o objetivo de levantar fundos para causas humanitárias e ambientais.

 

Mais Recentes da CNN