Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fora de “Super-Homem”, Henry Cavill pode estrelar filme do jogo “Warhammer 40.000”

    Amazon.com está tentando trazer o game para as telas para aproveitar ao máximo o boom do streaming e enfrentar rivais como HBO Max e Netflix

    O astro Henry Cavill
    O astro Henry Cavill REUTERS/Mario Anzuoni

    Reuters

    A Amazon.com está tentando trazer o jogo “Warhammer 40.000” para as telas, estrelado pelo ator de “O Homem de Aço” Henry Cavill, após acordo preliminar para produzir conteúdo para cinema e televisão com a companhia que desenvolveu o game.

    Embora os termos comerciais do acordo não tenham sido divulgados pela Games Workshop, o acerto demonstra o esforço da Amazon para aproveitar ao máximo o boom do streaming e enfrentar rivais como HBO Max e Netflix com conteúdo próprio.

    “Por 30 anos sonhei em ver um universo de Warhammer nas telas”, disse Cavill no Instagram. 

    “Agora, depois de 22 anos de experiência nesta indústria, finalmente sinto que tenho o conjunto de habilidades e experiência para dar vida a um universo cinematográfico de Warhammer”, disse ele, acrescentando que os primeiros passos encontrarão um cineasta, criador e escritor.

    Os envolvimentos de Cavill estão alimentando o interesse dos investidores e do público, com relatos da imprensa dizendo que o ávido fã de Warhammer poderia estrelar o novo projeto e se envolver como produtor executivo, potencialmente expandindo a base de fãs do jogo.

    As da Games Workshop disparavam mais de 16% na bolsa de Londres depois que Cavill fez o anúncio.

    O ator britânico de 39 anos não deu detalhes sobre a extensão de seus envolvimentos no projeto.

    Na quinta-feira (15), Cavill confirmou que não voltará a interpretar “Super-Homem”. Em outubro, ele anunciou que vai deixar o papel de “Geralt de Rivia” na série “The Witcher”, da Netflix.

    O desenvolvimento pela Amazon de “Warhammer 40.000” segue-se à custosa série “Os Anéis do Poder”, baseada nos livros “O Senhor dos Anéis”, de JRR Tolkien. A série estabelecida em setembro foi um recorde de estreia para o serviço de streaming da gigante do varejo, com mais de 25 milhões de telespectadores.

    (Publicado por Carolina Farias)