Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Fundador do One Direction comenta possibilidade de retorno da banda

    Simon Cowell, que juntou Harry Styles, Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne e Louis Tomlinson, revelou se acredita na junção dos cantores novamente

    Simon Cowell comenta possível retorno da One Direction
    Simon Cowell comenta possível retorno da One Direction Reprodução/ Youtube// Kevin Kane/Getty Images for Jingle Ball 2012

    Nicoly Bastosda CNN

    Simon Cowell, produtor responsável por juntar os cantores Harry Styles, Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne e Louis Tomlinson na banda One Direction em 2010, falou em nova entrevista sobre se acredita em um possível retorno do grupo à música.

    Em entrevista publicada no podcast The Diary of a CEO, Simon Cowell refletiu sobre ter sido mentor do quinteto. O grupo foi fundado pelo produtor na competição televisionada “The X Factor”, onde cada um dos ex-integrantes se apresentou inicialmente de forma solo.

    “Para mim era quase óbvio, desde o programa, que eles fariam um grande sucesso. Eles eram o grupo perfeito”, comentou Cowell.

    No podcast, o produtor também comentou sobre conselhos que dava ao grupo.

    “Não reclamem da invasão de privacidade, sempre haverão pessoas que farão isso. Não reclamem das longas horas, porque isso tudo é o que vem com o sucesso. Se vocês não se incomodarem com isso, tudo será mais divertido”, pontuou ele.

    One Direction pode voltar?

    “Eu duvido”, respondeu Simon Cowell ao ser perguntado sobre se acredita no retorno do grupo. Segundo ele, os ex-membros são donos do nome da banda e, por conta disso, não podem fazer nenhum tipo de retorno sem o aval de todos. “Eu deveria ter continuado como o dono do nome. É a única coisa que eu me arrependo.”

    No Brasil recentemente, Louis Tomlinson chegou a dizer que toparia um retorno. “Espero que sim. Se acho provável? Não sei. A coisa difícil é que com o tempo fica mais complicado de prever. Se eu fosse pensar agora, diria que sim, acho que podemos voltar”, disse o cantor.

    Confira a entrevista completa: