Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Grammy 2024: conheça os indicados a Artista Revelação

    Ice Spice e Victoria Monét concorrem ao prêmio, que já foi vencido pelos Beatles, Mariah Carey e Adele

    Ice Spice e Victoria Monét concorrem ao prêmio de Artista Revelação do Grammy 2024
    Ice Spice e Victoria Monét concorrem ao prêmio de Artista Revelação do Grammy 2024 Reprodução/Instagram

    Flávio Ismerimda CNN São Paulo

    Vencida por nomes como The Beatles, Mariah Carey, Lauryn Hill, Christina Aguilera, Amy Winehouse e Adele, a categoria de Artista Revelação do Grammy Awards tem, historicamente, a missão de premiar os artistas em ascensão de cada ano.

    Só nos últimos 10 anos, Sam Smith, Dua Lipa, Billie Eilish, Megan Thee Stallion e Olivia Rodrigo foram consagrados na premiação para, depois, se tornarem quatro dos maiores nomes da indústria fonográfica da atualidade.

    No domingo (4), a Academia Nacional de Artes e Ciências da Gravação escolherá o Artista Revelação de 2024, durante a cerimônia do Grammy Awards, que acontecerá na Crypto.com Arena, em Los Angeles. Nomes como Ice Spice e Victoria Monét concorrem a esse que é um dos gramofones mais nobres da noite de premiação.

    Para apresentar os oito indicados à categoria de Artista Revelação, a CNN preparou a lista abaixo. Confira:

    Gracie Abrams

    A cantora Gracie Abrams, de 24 anos, nasceu em Los Angeles e já lançou dois EPs pela Interscope, gravadora de nomes como U2, Lady Gaga, Lana Del Rey, Billie Eilish, Blackpink e Kendrick Lamar.

    Em 2023, Gracie lançou seu primeiro álbum de estúdio, o “Good Riddance” e ganhou destaque por abrir shows da “The Eras Tour”, turnê com a qual Taylor Swift rodou o mundo.

    Ela não foi indicada a mais nenhuma outra categoria do Grammy deste ano.

    Fred Again

    Aos 30 anos, Fred Again é um dos indicados a Artista Revelação do Grammy deste ano. O produtor, compositor, cantor e DJ britânico apareceu para o mundo em 2018 com “Shotgun”, hit de George Ezra no qual ele é creditado como um dos compositores.

    Ele também escreveu “Solo”, do Clean Bandit com Demi Lovato, e “Let You Love Me”, da também britânica Rita Ora. Ele é creditado com compositor de 12 das 15 faixas do álbum “No.6 Collaborations Project”, de Ed Sheeran.

    Em 2023, Fred lotou o Madison Square Garden em um show com Skrillex e Four Tet, tendo anunciado a apresentação apenas na semana em que ela ocorreria. O trio também tocou no Coachella, após a desistência de Frank Ocean.

    Além de Artista Revelação, Fred tem mais três indicações: Melhor Gravação Dance/Eletrônica (“Strong”, com Romy, e “Rumble”, com Skrillex e Flowdan) e Melhor Álbum de Dance/Eletrônico (“Actual Life 3”).

    Ice Spice

    Nascida no Bronx, bairro de Nova Iorque que revelou Cardi B e Jennifer Lopez, Ice Spice tem 24 anos e é uma rapper que ganhou o mundo em 2023. Tendo Nicki Minaj e Lil’ Kim como grandes inspirações, ela escolheu seguir a carreira do pai, que já havia sido rapper e tinha como ídolos Jay-Z e 50 Cent.

    Ela viralizou ainda em 2021, fazendo um desafio do TikTok, o que impulsionou suas gravações no Soundcloud e tornou seus raps conhecidos. Em 2023, Ice Spice explodiu de vez com “Boy’s a Liar Pt. 2”, com PinkPantheress, “Princess Diana”, com Nicki Minaj e “Karma”, com Taylor Swift.

    Além da indicação para Artista Revelação, a rapper concorre a outras três categorias: Melhor Performance Pop de Duo ou Grupo (“Karma”, com Taylor Swift), Canção de Rap (“Barbie World”, com Nicki Minaj e Aqua) e Canção Escrita para Mídia Visual (“Barbie World”, com Nicki Minaj e Aqua).

    Jelly Roll

    Misturando rap com country, Jelly Roll demorou 21 anos de carreira para explodir. Natural de Nashville, cidade do Tennessee de artistas como Taylor Swift, Billy Ray Cyrus, Kehsa e Blake Shelton, ele só estourou mesmo quando lançou “Need a Favor” e “Son of a Sinner”.

    O rapper foi impulsionado à indicação para a categoria de Artista Revelação por “Save Me”, com Leiney Wilson. A canção, inclusive, está indicado pra Melhor Performance Country de Duo ou Grupo.

    Coco Jones

    Coco Jones é cantora de 26 anos que começou a fazer sucesso como atriz muito jovem no universo da Disney. Por lá, ela esteve no filme “Let It Shine” e na série “Boa Sorte, Charlie”.

    A cantora já tinha quatro EPs, mas foi “What I Didn’t Tell You”, de 2022, que impulsionou a indicação dela à categoria de Artista Revelação do Grammy desse ano. O disco conta com a produção de Babyface, que trabalhou com artistas como Usher, Bobby Brown e Whitney Houston e produziu a trilha sonora do filme “O Guarda Costas”.

    Foi mergulhada no R&B que Coco Jones conquistou a Academia e recebeu mais quatro indicações: Melhor Performance de R&B (“ICU”), Canção de R&B (“ICU”), Álbum de R&B (“What I Didn’t Tell You”) e Performance Tradicional de R&B (“Simple”, com Babyface).

    Noah Kahan

    Também teve espaço para o folk nas revelações do ano do Grammy Awards. Noah Kahan, cantor de 27 anos do estado norte-americano de Vermont, cantava desde 2016, mas só alcançou o mainstream com seu terceiro álbum “Stick Season”.

    Antes do sucesso, ele abrir turnês para George Ezra e Milky Chance.

    O disco conta com participações de Kacey Musgraves, Post Malone e Gracie Abrams, com quem ele concorre ao prêmio de Artista Revelação. Noah Kahan não foi indicado a mais nenhuma outra categoria na premiação.

    Victoria Monét

    É do alto de suas sete indicações que Victoria Monét se coloca como forte candidata ao prêmio de Artista Revelação do Grammy deste ano. A cantora de 30 anos, que já havia sido indicada à premiação por seu trabalho no álbum “Thank U, Next” de Ariana Grande e por sua colaboração em “7 Rings”, agora brilha com seu nome.

    Ela já tinha uma série de EPs, mas resolveu elevar seu último trabalho, “Jaguar”, e criou um álbum completo, com “Jaguar II”. O disco conta com 11 músicas e posicionou Victoria Monét como a segunda maior indicada dessa edição do Grammy Awards, perdendo apenas para SZA, que tem nove.

    Além de Artista Revelação, a cantora de R&B briga pelos gramofones de Gravação do Ano (“On My Mama”), Melhor Canção R&B (“On My Mama”), Performance de R&B (“How Does It Make You Feel”), Performance Tradicional de R&B (“Hollywood”, com Earth, Wind & Fire e sua filha, Hazel Monét), Álbum de R&B e Engenharia de Álbum, Não Clássico.

    The War and Treaty

    Michael Trotter Jr. e Tanya Trotter são um casal de cantores e compositores do estado de Michigan. Ela atuou em “Mudança de Hábito 2: De Volta ao Convento”, em 1993, como a irmã Tanya, e lançiu seu primeiro álbum em 1994, “Natural Thing”.

    De lá para cá, ela tocou sua carreira no teatro até lançar, em 2016, um álbum de estreia com seu marido. O duo passou a se chamar “The War and Treaty” e, com o lançamento do disco “Lover’s Game”, de 2023, os dois estouraram.

    Com uma linha tradicional americana, muito inclinada para o soul, o álbum também conquistou uma indicação à categoria de Melhor Canção de Raízes Americanas, com “Blank Page”.