Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Grammy: Céline Dion faz rara aparição desde diagnóstico de síndrome neurológica

    Cantora foi a responsável por anunciar uma das principais categorias da premiação, Álbum do Ano

    Celine Dion apresentando o prêmio de Álbum do Ano no 66º Grammy Awards
    Celine Dion apresentando o prêmio de Álbum do Ano no 66º Grammy Awards Sonja Flemming/CBS via Getty Images

    Marina Toledoda CNN

    em São Paulo

    Céline Dion, de 55 anos, fez uma rara aparição pública no Grammy Awards na noite de domingo (4), em Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela foi a responsável pelo anúncio da última categoria da noite: Melhor Álbum.

    “Quando eu digo que estou feliz de estar aqui, é do fundo do meu coração. Aqueles que foram abençoados para estar aqui no Grammy nunca devem subestimar o tremendo amor e alegria que a música traz às nossas vidas e às pessoas de todo o mundo”, afirmou.

    A artista foi diagnosticada a síndrome da pessoa rígida em 2022, um distúrbio neurológico raro que causa rigidez nos músculos, e cancelou a turnê na Europa que estava marcada para 2023. No fim do ano passado, a irmã de Dion, Claudette, disse que a cantora perdeu o controle sobre seus músculos.

    Desde o diagnóstico, Dion tem feito poucas aparições públicas. Em novembro de 2023, a cantora compareceu a um jogo de hóquei, em Las Vegas.

    Recentemente, ela anunciou a gravação de um documentário, intitulado,“I Am: Celine Dion”, que narrará sua jornada com a doença.

    Veja os vencedores da 66ª edição do Grammy Awards