Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Indicado ao Oscar, intérprete do canibal Dahmer e Vingador: conheça Jeremy Renner

    Ator, que sofreu acidente na neve após o Ano Novo, se destacou no papel e foi chamado para "Guerra ao Terror", que lhe rendeu indicação ao prêmio na academia

    Jeremy Renner como Jeffrey Dahmer em filme de 2002
    Jeremy Renner como Jeffrey Dahmer em filme de 2002 Reprodução

    Da CNN

    Jeremy Renner cresceu em uma família com quatro irmãos mais novos em Modesto, na Califórnia, onde seus pais administravam uma pista de boliche. Ele entrou para o mundo da atuação quase de forma aleatória e logo em um dos papéis de estreia, como o psicopata e canibal Jeffrey Dahmer em “Dahmer”, em 2002 e se destacou e foi chamado para um filme que lhe renderia uma indicação ao Oscar.

    “Foi pura sorte. Começou na faculdade. Fiz uma aula de atuação como eletiva e foi assim que tudo mudou para mim”, explicou ele em uma entrevista à Vanity Fair sobre o início da carreira de ator.

    Aos 20 anos, no início da carreira de ator, Renner também foi maquiador por oito anos.

    O protagonista de “Dahmer” daria ao ator o destaque em Hollywood. Em setembro de 2022 a Netflix lançou “Dahmer: Um Canibal Americano”, criada por Ryan Murphy (“Glee”, “American Horror Story” e “Ratched”), minissérie sobre o serial killer norte-americano Jeffrey Dahmer. Ele é acusado de matar 17 homens, entre 1978 e 1991. A produção foi sucesso absoluto em 2022 de crítica e audiência.

    “Esse filme significa muito para mim. Foi bom para mim, no sentido de que as pessoas da indústria viram e me notaram”, afirmou na  entrevista.

    Sua atuação como serial killer Jeffrey Dahmer foi a razão pela qual a diretora Kathryn Bigelow o escalou para o papel principal de “Guerra ao Terror”, de 2008.

    O filme foi indicado a nove Oscars, incluindo o de melhor ator para Renner, por interpretar um sargento designado para o esquadrão antibombas na guerra do Iraque. No final, “Guerra ao Terror” ganhou seis Oscars, incluindo melhor filme e melhor direção para Bigelow, tornando-a a primeira mulher a vencer nessa categoria.

    Em 2011, Renner apareceria pela primeira vez em duas franquias de sucesso de Hollywood: a saga da Marvel e “Missão: Impossível”.

    O primeiro filme de “Thor” apresentou “Gavião Arqueiro” ao mundo da Marvel, para depois colocá-lo ao lado dos outros super-heróis, em 2012, no filme “Os Vingadores”. Renner também apareceu em dois filmes de “Missão: Impossível” ao lado de Tom Cruise e outros personagens ​​da franquia.

    Em 2021, a Renner liderou dois novos projetos. Em uma delas atuou mais uma vez como “Gavião Arqueiro”, na série de mesmo nome, centrada em Clint Barton e sua nova aprendiz, Kate Bishop. E ele também está na segunda temporada de “Mayor of Kingstown”, onde a poderosa família McLusky aborda questões de racismo sistêmico, corrupção e desigualdade, que estreia dia 15 de janeiro.

    Acidente

    Renner está se recuperando de uma cirurgia após sofrer “trauma contuso no peito e lesões ortopédicas” causado por um acidente na neve no dia de Ano Novo em Nevada, disse um porta-voz do ator.

    Na noite de segunda-feira (2), Renner estava na unidade de terapia intensiva (UTI) em “condição crítica, mas estável”, disse o representante.

    O ator de 51 anos já passou por duas cirurgias para tratar dos ferimentos sofridos no acidente, disse uma fonte próxima de Renner à CNN.

    Renner foi encontrado ferido e foi levado para um hospital da região.

    A família de Renner divulgou um comunicado na noite de segunda agradecendo à equipe do hospital e aos socorristas enquanto o ator permanecia hospitalizado.

    “A família de Jeremy gostaria de expressar sua gratidão aos incríveis médicos e enfermeiras que cuidam dele, Truckee Meadows Fire and Rescue, Washoe County Sheriff, Reno City Mayor Hillary Schieve e as famílias Carano e Murdock”, disse um comunicado de seu porta-voz.

    “Eles também estão tremendamente impressionados e agradecidos pela manifestação de amor e apoio de seus fãs”.

    (Publicado por Carolina Farias)