Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Madonna responde comentários sobre “rosto deformado” no Grammy Awards

    "Mais uma vez, estou presa no olhar do preconceito e misoginia que permeia o mundo em que vivemos", escreveu a Rainha do Pop no Instagram

    Redes Sociais / Madonna

    Sofia Sampaioda CNN

    No último domingo (5), Madonna subiu no palco do Grammy Awards para anunciar a performance de “Unholy”, hit de Sam Smith e Kim Petras, que venceram o prêmio de Melhor Performance Pop / Duo.

    Mesmo com seu discurso sobre rebeldia e controvérsias na indústria musical, temas entre os quais a cantora sempre foi referência ao longo dos 40 anos de carreira, o público deu mais atenção para a aparência da estrela.

    Nas redes sociais, internautas criticaram os procedimentos estéticos da Rainha do Pop que, segundo os comentários, estava “irreconhecível”.

    No Instagram, Madonna compartilhou um vídeo nos bastidores do Grammy Awards e rebateu as críticas apontando preconceito e misoginia:

    “Foi uma honra apresentar Kim Petras e Sam Smith no Grammy. Queria dar o último prêmio, de Álbum do Ano, mas pensei que seria mais importante apresentar a primeira trans – mulher a atuar no Grammys – em um momento para fazer História! E ainda por cima, ela ganhou um Grammy!

    Em vez de se concentrar no meu discurso, em que agradeci pelo destemor de artistas como Sam e Kim, muitas pessoas escolheram focar apenas nos “closes” de fotos minhas tiradas com câmeras de lentes longas por um fotógrafo de imprensa que iria distorcer o rosto de qualquer pessoa!

    Mais uma vez, estou presa no olhar do preconceito e misoginia que permeia o mundo em que vivemos. Um mundo que se recusa a celebrar mulheres com mais de 45 anos e sente a necessidade de as castigarem se elas continuam fortes, trabalhadoras e aventureiras.

    Nunca pedi desculpa por nenhuma das escolhas criativas que fiz, nem pela forma como me vejo ou me visto, e não vou começar a fazer isso. Tenho sido degradada pelos meios de comunicação desde o início da minha carreira, mas compreendo que tudo isto é um teste e fico feliz por abrir o caminho para que todas as mulheres que venham depois de mim possam ter uma vida mais fácil nos anos que virão. 

    Nas palavras de Beyoncé: “Você não vai partir minha alma”.

    Desejo mais anos de comportamento subversivo – quebrando limites, enfrentando o patriarcado – e, acima de tudo, aproveitando minha vida”.