Menina de 9 anos tocou bateria na rua e foi uma das últimas fãs a interagir com Hawkins

Emma Sofia chamou atenção do ídolo ao levar os instrumentos para frente do hotel

Carolina Fariasda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

A menina paraguaia Emma Sofia, de 9 anos, foi uma das últimas interações com fãs do baterista do Foo Fighters Taylor Hawkins, morto na madrugada deste sábado (26) em Bogotá. Ela, que também é baterista, fez uma campanha nas redes sociais para tocar com seu ídolo, mas não teve uma resposta positiva. Mas, Emma não desistiu de chamar atenção de Hawkins e levou sua bateria para frente do hotel onde ele estava hospedado. A banda iria se apresentar na noite de sexta-feira (25) no Festival Estereo Picnic, show que não ocorreu por conta da morte do artista.

As apresentações da menina na frente do hotel chamaram atenção dos fãs da banda, que lotaram a rua, e também do baterista do Foo Fighters, que foi conhecer Emma.

“Foram dois meses de muito trabalho, ensaios, gravações de covers e entrevistas para tentar tocar com os Foo Fighters! Tentamos todos os meios mas não conseguimos. Depois de muita frustração levei minha bateria para a calçada do hotel e toquei até que me ouviram e Taylor Hawkins saiu. Assim consegui conquistar meu sonho”, contou a garota em seu perfil no Instagram, onde postou um vídeo do encontro com o baterista.

“Palavras não são suficientes para agradecer a todas as pessoas que me acompanharam durante esta campanha e me enviaram a melhor energia de todo o mundo. Vocês me deram coragem para fazer isso! Obrigada. Meu pai e minha mãe me disseram que é assim que se vive de rock”.

O pai da menina, Julio Peralta, disse em seu perfil no Twitter que Emma estava se apresentando em seu primeiro show para um público grande quando ele recebeu a notícia da morte do ídolo da menina.

Dores no peito

Hawkins tinha 50 anos e estava em turnê com a banda, que tocaria em Bogotá, na sexta (25) e em São Paulo no próximo domingo (27) no Lollapalooza. De acordo com o comunicado do Departamento de Saúde de Bogotá, uma ambulância foi enviada ao hotel depois que uma ligação de emergência relatou que um homem estava com dores no peito. “Hawkins não respondeu ao CPR [sigla para reanimação cardiopulmonar] e foi declarado morto”, disse o informe do departamento.

“A família Foo Fighters está devastada pela perda trágica e prematura de nosso amado Taylor Hawkins”, disse a banda em um tweet. “Seu espírito musical e risada contagiante viverão com todos nós para sempre.”

No Lollapalooza o Foo Fighters estava programado para encerrar o dia no palco principal. De acordo com a assessoria do festival, ainda não foi definido o que será feito com a programação de atrações do último dia de evento. Ainda não se sabe se o cancelamento do shows vai adiantar o encerramento das atividades no palco Budweiser, ou se alguma outra atração será anunciada para o horário.

    

Mais Recentes da CNN