Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Para ir ao cinema, moradores de Veneza usam barcos em estilo drive-in

    O Barch-in teve sua primeira edição de 28 de julho a 01 de agosto

    Segundo a descrição do evento, é uma “iniciativa do verão dedicada à cultura” para “projetar Veneza em direção ao futuro pós-pandemia”.
    Segundo a descrição do evento, é uma “iniciativa do verão dedicada à cultura” para “projetar Veneza em direção ao futuro pós-pandemia”. Foto: Reprodução/ FEMS du Cinéma

    Giovanna Bronze, da CNN, em São Paulo

    Os famosos canais de Veneza, na Itália, foram palco de um novo formato de cinema drive-in. Em tempos de pandemia, a busca por espaços abertos – que sejam seguros para atividades de lazer e cultura – gera ideias como o Barch-in, um drive-in sobre as águas.

    Segundo a descrição do evento, organizado pela Associação FEMS du cinéma, essa foi uma “iniciativa do verão dedicada à cultura” para “projetar Veneza em direção ao futuro pós-pandemia”.

                 Leia também:
    Estes são os filmes que você deveria assistir quando os cinemas reabrirem
    Sem pipoca ou estreias: como será a retomada dos cinemas em São Paulo

     

    Para assistir aos filmes do movimento, que teve a primeira edição entre 28 de julho e 1º de agosto, era necessário levar o barco até o espaço onde ficava a telona de cinema.

    Foram permitidos todos os tipos de embarcações com até 11 metros e veleiros de até 15 metros. Era proibido tentar ver o filme “a pé”.

    Caso não tivesse o próprio barco, o Barch-in disponibilizava contatos para aluguel. Assistir aos filmes, só com reserva.

    Para completar o clima de cinema, era possível pedir comidas e bebidas por um aplicativo, que fez entrega dos alimentos barco a barco.

    A organização recomendou o uso de uma âncora e 15 metros de corrente, para que os barcos ficassem fixados durante a exibição dos filmes. O uso de motores ou manobras com as embarcações ficou proibidos durante os longas. 

    A máscara era obrigatória apenas se você estivesse conversando com alguém que não faz parte da sua família.

    Já em relação ao número de pessoas a bordo, depende das regras de segurança para navegação. Cachorros eram permitidos, desde que não atrapalhassem a sessão. 

    O Barch-in teve sua primeira edição de 28 de julho a 01 de agosto. Ainda não há previsão ou divulgação de uma segunda semana do cinema com barcos.