Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Shakira é escolhida a primeira “Mulher latina do ano” pela Billboard

    Premiação reconhece contribuições dentro e fora da indústria musical

    Shakira para a Billboard Latin
    Shakira para a Billboard Latin Billboard

    da CNN

    Recordes de visualizações, de vendas e de streams: há algum tempo a cantora Shakira é “o momento”. Por todas as conquistas desse período, receberá o título de “Mulher do Ano” pela Billboard durante a primeira edição do “Mulheres Latinas na Música”, uma expansão da premiação “Mulheres na Música”.

    Em parceria com a emissora latina Telemundo, a Billboard, revista semanal estadunidense especializada na indústria musical, pretende elevar a música latina no mundo. Segundo o artigo publicado no site da revista nessa segunda-feira (24), a publicação deseja “celebrar as mulheres que causaram impacto sólido na música latina por meio de suas realizações artísticas ou de ações tangíveis e notáveis que trouxeram reconhecimento e oportunidade para outras mulheres, produzindo mudanças positivas na indústria como um todo”.

    Ainda de acordo com a Billboard, Shakira será reconhecida pelos recordes durante 2022 e início de 2023. No ano passado, a artista teve a maior estreia de uma canção em espanhol (“Monotonía”, com o porto-riquenho Ozuna). Em janeiro desse ano, a colombiana foi a primeira mulher a entrar no Top 10 da Hot 100 Billboard, em 9º lugar, com a música “Shakira: BZRP Music Sessions #53“.

    A mesma canção também fez história ao ser a faixa mais transmitida em 24 horas na história do Spotify e a faixa latina mais vista no YouTube no mesmo período, superando a marca de 63 milhões de visualizações, além de quebrar 14 recordes do Guiness.

    “Shakira é a melhor mulher na música. Graças à ela, as mulheres latinas de todo o mundo foram capacitadas para escrever e executar músicas profundamente pessoais”, escreveu Leila Cobo, diretora de conteúdo da Billboard Latin. “Ela criou um movimento por conta própria e continua a ser mais relevante do que nunca hoje, com graça, uma profunda tradição de retribuição e enorme talento. Ela é a definição de mulher na música”, finalizou.

    Além dos elogios às contribuições musicais, a Billboard também destacou a criação da Fundação Pies Descalzos quando Shakira tinha 18 anos.

    A instituição construiu e adaptou nove escolas públicas nas cidades colombianas de Cartagena, Barranquilla, Guajura e Quibdó, além de outras seis em construção. A fundação arrecadou mais de 40 milhões de dólares desde seu início e impactou mais de 15 mil crianças e 900 mil famílias, diz a revista.

    O evento acontece em Miami, nos EUA, no dia 7 de maio, e será transmitido pela Telemundo no dia 8. Além de Shakira, outras mulheres latinas serão reconhecidas pela trajetória, como Ana Gabriel, que receberá o Prêmio Lenda Viva; Thalia, com o Global Powerhouse; Goyo, com o prêmio Agente da Mudança; e Emilia e Evaluna, que serão reconhecidas com o Estrela em Ascensão e o Prêmio Tradição e Futuro, respectivamente.

    O “Mulheres Latinas na Música” ainda divulgará o nome de apresentadores e de atrações musicais nas próximas semanas.