Tóquio 2020 diz que 80% das instalações estão garantidas para jogos olímpicos


Jack Tarrant, da Reuters
13 de junho de 2020 às 00:04 | Atualizado 13 de junho de 2020 às 00:10
Painel com mascote das Olimpíadas em Tóquio, no Japão

Painel com mascote das Olimpíadas em Tóquio, no Japão

Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters (4.jun.2020)

Os organizadores de Tóquio 2020 anunciaram na sexta-feira (12) que 80% das instalações necessárias para a realização de uma Olimpíada de sucesso estão garantidas para os Jogos reorganizados no próximo ano.

No plano original da Olimpíada, que começaria no próximo mês, havia 43 instalações, incluindo oito novos locais construídos para os Jogos.

O Estádio Nacional, que sediará as cerimônias de abertura e encerramento, é um dos locais garantidos em 2021.

Em março, o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional tomaram a decisão sem precedentes de adiar a Olimpíada de Tóquio para 2021 devido à pandemia de Covid-19.

Leia também:

Olimpíada não terá 'grande esplendor', diz CEO da Tóquio 2020

Olimpíada de 2021 está cercada de incertezas, diz governadora de Tóquio

Desde então, os organizadores discutem uma série de problemas decorrentes do adiamento, incluindo custos crescentes, segurança dos atletas e instalações.

Na sexta-feira, o CEO da Tóquio 2020, Toshiro Muto, anunciou que a maioria das instalações está garantida. "Esperamos usar os mesmos locais para os mesmos esportes no próximo ano", disse ele.

"Os ajustes ainda permanecem, mas conseguiremos usar 80% das instalações que originalmente deveriam ser usadas."

Muto acrescentou que a Vila dos Atletas e o Tokyo Big Sight, o planejado centro de mídia, estão entre os locais ainda a serem totalmente garantidos.