Ronaldo diz que retorno do futebol brasileiro é prematuro


Reuters
18 de junho de 2020 às 21:51
Ronaldo

Ex-jogador e campeão mundial Ronaldo, em foto de arquivo

Foto: Eddie Keogh - 23.out.2017/Reuters

O retorno do futebol brasileiro após paralisação de três meses devido à pandemia de Covid-19 está acontecendo muito cedo, disse nesta quinta-feira (18) o ex-atacante Ronaldo, campeão mundial com a seleção brasileira em 1994 e 2002.

O Campeonato Carioca foi o primeirao torneio estadual a recomeçar com o jogo entre Flamengo e Bangu nesta quinta-feira no Maracanã.

Fluminense e Botafogo criticaram a decisão de voltar prematuramente, e Ronaldo, que é do Rio, concordou.

"Sou contra o retorno do futebol carioca e do futebol brasileiro dada a situação atual do país", afirmou ele em um evento corporativo em Madri. "O Brasil está seguindo os exemplos de outros países da Europa, mas não está levando em consideração a pandemia".

Assista e leia também:

10 jogos imperdíveis dos principais campeonatos europeus
São Paulo autoriza retorno dos treinos de times de futebol a partir de julho
Champions League será retomada em 7 de agosto

O Brasil é o segundo país com mais casos e mortes pela Covid-19, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, e registrou 1.269 mortos na quarta-feira, elevando o número total de mortes para 46.510.

Na Espanha, onde Ronaldo é dono do Real Valladolid, o campeonato nacional recomeçou na semana passada, mas o ex-atacante de Barcelona e Real Madrid apontou que o país só tomou essa decisão depois de achatar a curva de novos casos.

"O campeonato só recomeçou aqui quando tínhamos total segurança nas cidades e comunidades, quando o número de pessoas com o vírus diminuiu", disse.

"Acho que o Brasil ainda está no pico e pensar em ter o futebol de volta é um erro”, acrescentou.