Campeonato Paulista retorna nesta quarta (22) com restrições


Da CNN
21 de julho de 2020 às 16:28 | Atualizado 21 de julho de 2020 às 16:37

O Campeonato Paulista retorna nesta quarta-feira (22) com quatro jogos, depois de ficar mais de quatro meses paralisado devido à pandemia do novo coronavírus. Os jogos, porém, vão acontecer apenas nas cidades que estão na fase amarela do Plano São Paulo, estabelecida pelo governo do estado. Todas as partidas serão com portões fechados e restrições sanitárias.

Confira a rodada desta quarta-feira:

16h30: Ituano x Ferroviária 

19h15: Ponte Preta x Novorizontino e Santos x Santo André

21h30: Corinthians x Palmeiras

Como os jogos serão disputados apenas nas cidades que estão na fase amarela, 10 dos 16 times, a princípio, terão que mandar seus jogos longe de casa. 

Foram meses de conversas entre clubes, Federação Paulista de Futebol (FPF) e governo de São Paulo para que um acordo sobre a volta do futebol paulista fosse definido. 

Com isso, Botafogo, Ferroviária, Guarani, Inter de Limeira, Ituano, Mirassol, Novorizontino, Ponte Preta e Red Bull Bragantino, a princípio, jogarão na Grande São Paulo.

Já o Santo André, apesar de ter estádio em uma cidade que está na fase amarela, terá que jogar longe de casa. Isso porque a sua sede, o Estádio Bruno José Daniel, virou um hospital de campanha. 

Assista e leia também:

CBF divulga novo calendário do futebol, com final do Brasileirão em 2021

“A paralisação do campeonato trouxe transtornos para todas as equipes. Para o Esporte Clube Santo André, o principal deles foi exatamente a impossibilidade de utilização do Estádio Municipal Bruno José Daniel. Entendemos e louvamos a finalidade para a qual o estádio foi destinado", disse Sidney Riquetto, presidente do clube.

Com confronto marcado para a próxima quinta-feira contra o Água Santa, o time do Mirassol, cuja cidade está na fase 2 (laranja), vai até Diadema para o confronto.

"Não jogar em Mirassol é uma dificuldade, mas nós temos que aceitar a realidade. O público nosso vai fazer falta. Tínhamos a quinta maior torcida neste campeonato”, falou o presidente do Mirassol, Edson Ermenegildo.

Com a piora na taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) destinados ao tratamento de casos da Covid-19, os municípios da região de Piracicaba, entre eles Limeira, terão que retroceder de fase, voltando à fase 1 (vermelha), de alerta máximo, do Plano São Paulo. 

“Limeira, infelizmente, não possui indicadores para estar nesta fase. Com isso, a Inter vem trabalhando com clubes parceiros para buscar solução para manter a competitividade e finalizar bem essa primeira fase do Paulistão”, disse Lucas Balistiero, presidente da Inter de Limeira. 

Com a cidade de Campinas na fase vermelha, o Guarani e a Ponte Preta seguem em negociação com o governo municipal para decidir os rumos dos jogos que podem acontecer em cidades vizinhas. 

"A transferência da partida, ainda que seja em Barueri ou São Bernardo do Campo, afeta nosso planejamento, mas não tira nosso espírito de garra. O compromisso dos clubes de São Paulo é com a vida. ”, disse Sebastião Arcanjo, presidente da Ponte Preta.

As despesas com transporte e hospedagem dos clubes que tiverem que jogar fora de casa serão bancadas pela FPF.

(Edição: Bernardo Barbosa)