Arena Corinthians amanhece com pichações alusivas ao Palmeiras em dia de dérbi

Presidente do clube critica ação e promete fazer boletim de ocorrência

Luiz Raatz, da CNN, em São Paulo
22 de julho de 2020 às 12:09 | Atualizado 22 de julho de 2020 às 13:03

O gramado, as traves e os arredores da Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, amanheceram pichados e com cartazes com mensagens alusivas ao Palmeiras nesta quarta-feira (22), dia do clássico entre as duas equipes. A partida marca o retorno do Campeonato Paulista, paralisado desde março em consequência da pandemia de Covid-19 e ocorre com portões fechados.

O gramado do estádio corintiano foi pichado com a mensagem "8 a 0", em referência a maior derrota imposta pelo rival - na época ainda Palestra Italia-, na história do clássico, em 1933.

Leia mais:
Campeonato Paulista volta nesta quarta com Corinthians x Palmeiras; veja agenda
Presidente do Corinthians admite endividamento, mas nega que clube esteja falido
Dudu troca o Palmeiras por clube do Catar após acusação de agressão da ex-mulher

As traves foram pichadas com a inscrição "Cássio Frango", em referência ao goleiro alvinegro Cássio. Fotos do ex-centroavante Evair, herói do título alviverde em 1993, quando o Palmeiras saiu de 17 anos de fila diante do rival, foram coladas em postes ao redor do estádio.

Cartazes com foto do ex-centroavante Evair foram colados nos arredores da Arena
Foto: Reprodução/Twitter

O Palmeiras ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso. Nas redes sociais, torcedores alviverdes publicaram imagens das pichações. 

Ainda não se sabe como a invasão ocorreu nem quem são os responsáveis.  A Secretaria de Segurança Pública informou que não foi registrado boletim de ocorrência sobre o caso.

Corinthians condena invasão

O Corinthians criticou a ação e responsabilizou torcedores palmeirenses pela invasão. Em nota, o clube disse ainda que o ato não condiz com a "grandeza e a estatura" da agremiação rival. 

"Acabo de receber a triste notícia de que nossa Arena foi invadida e depredada por vandalos (sic) palmeirenses. Não acreditamos na violência, futebol se ganha na bola. Passamos imagens pra polícia e fizemos BO. Garanto ao torcedor: esse ataque contra nossa casa NÃO vai ficar impune", escreveu no Twitter o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez.

"Futebol se ganha no campo, não é com pichação, nem com vandalismo. Nossa resposta vai ser dentro de campo, com a garra dos nossos jogadores, que mostraram muito comprometimento na pandemia e tão trabalhando demais", concluiu o mandatário alvinegro.

 

Leia a íntegra da nota do Corinthians sobre o caso:

"O Sport Club Corinthians Paulista lamenta a ação de vândalos palmeirenses que, ao arrepio da lei e da ordem, invadiram criminosamente o interior da Arena Corinthians na madrugada desta quarta com o único objetivo de depredar suas instalações.

O clube comunica que já lavrou boletim de ocorrência por invasão de propriedade particular e que as imagens do sistema de câmeras de monitoramento serão disponibilizadas e auxiliarão as autoridades na identificação e punição exemplar aos responsáveis por ato vil e covarde e que não condiz com a grandeza e com a estatura da agremiação envolvida no confronto esportivo previsto para a noite desta quarta na Casa do Povo."