Com gol de brasileiro, PSG vence RB Leipzig e chega à final da Liga dos Campeões

Time de Neymar e Mbappé derrota por 3 a 0 os alemães e, agora, aguarda adversário que sairá do confronto entre Bayern de Munique e Lyon

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
18 de agosto de 2020 às 17:56 | Atualizado 18 de agosto de 2020 às 18:06
Marquinhos sobe sozinho para marcar o primeiro gol do PSG contra o RB Leipzig
O brasileiro Marquinhos sobe sozinho para marcar o primeiro gol do PSG contra o RB Leipzig
Foto: Reprodução/ PSGBrasil/ Twitter

O Paris Saint-Germain venceu o RB Leipzig por 3 a 0 na primeira semifinal da Liga dos Campeões e se tornou o primeiro classificado para a final da mais importante competição europeia de futebol.

Essa é a primeira vez que o time de Neymar e do campeão mundial Kylian Mbappé chega a uma final da Liga dos Campeões – antes, o melhor resultado do PSG havia sido as semifinais da competição, em 1995, quando foi eliminado pelo Milan. 

O PSG abriu o placar da partida, disputada nesta terça-feira (18) no Estádio da Luz, em Lisboa, com um gol do brasileiro Marquinhos, aos 13 minutos do primeiro tempo, que aproveitou cruzamento do argentino Di María e subiu sozinho para cabecear em direção ao gol.

Assista e leia também:
Na era da Netflix, novo formato da Liga dos Campeões aumenta emoção em jogos
Neymar vive momento ‘agora ou nunca’ na busca pela glória europeia
Barcelona demite Setién após goleada diante do Bayern e convoca eleições

Aos 42 minutos da primeira etapa, Di María ampliou o placar depois de receber um lindo toque de calcanhar de Neymar, que o deixou cara a cara com o goleiro do time alemão, e tocar no canto esquerdo do gol na saída de Gulácsi.

Apesar do esforços da jovem equipe alemã, quem levou a melhor no segundo tempo foi o PSG, que chegou ao seu terceiro gol aos 11 minutos, após vacilo da defesa do RB Leipzig.

Mukiele escorregou e perdeu a bola perto da grande área, permitindo que Di María, mais uma vez, cruzasse a bola na área, encontrasse a cabeça de Juan Bernat e desse números finais ao jogo.

Trajetória na Liga 

Em seu caminho até a decisão da competição, o PSG eliminou o Borussia Dortmund nas oitavas de final – em partidas disputadas antes da paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus –, o Atalanta na quartas de final, em vitória apertada por 2 a 1 – e definida nos minutos finais –, e o RB Leipzig.

Um das surpresas da competição, o RB Leipzig, clube desta cidade no leste do país e de propriedade da empresa de bebidas energéticas Red Bull, subiu das ligas regionais à elite da Europa em apenas 11 anos.

Paris Saint-Germain
Jogadores do PSG comemoram gol contra o Atalanta nas quartas de final
Foto: PSG/Divulgação

Em sua trajetória até a semifinal da Liga, eliminou o Tottenham nas oitavas, com duas vitórias antes da pandemia, e o Atlético de Madrid nas quartas de final, por 2 a 1. 

Tantos as quartas de final quanto as semifinais foram disputadas em jogo único, em Portugal. As partidas foram disputadas sem a presença de torcedores.

Esse novo formato foi definido pela Uefa para diminuir a circulação de atletas e equipes técnicas pelo continente e minimizar o risco de contaminação por Covid-19.

A grande final

O adversário do PSG na final da Liga das Campeões saíra do duelo na outra semifinal da competição, entre Bayern de Munique e Lyon, marcada para a quarta-feira (19).

O último jogo da Liga será disputado no domingo (23), também no Estádio da Luz, casa do Benfica.