Pai de Messi vai à Europa para discutir com Barcelona futuro do filho no clube


Da CNN
02 de setembro de 2020 às 08:01 | Atualizado 02 de setembro de 2020 às 13:32

O pai e agente de Lionel Messi, Jorge Messi, chegou nesta quarta-feira (2) à cidade de Barcelona após voar durante a madrugada desde Rosario, na Argentina.

Jorge Messi vai à Europa em meio a diversas notícias divulgadas pela imprensa espanhola e britânica de que ele se encontrará com o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, nesta quarta para discutir o futuro do filho no clube.

Uma fonte no time contou à CNN que esse encontro não está confirmado. Ela falou em condição de anonimato, em razão das regras do clube sobre divulgação de informações oficiais à imprensa.

Jorge evitou comentar sobre sua viagem à Espanha, mas concordou que será difícil para Messi permanecer no Barcelona depois de ter tornado público seu desejo de deixar o clube espanhol.

Assista e leia também:
Messi pode virar acionista do Manchester City? Entenda
Contrato de Messi segue válido, diz La Liga, após jogador não comparecer a exame
Messi afirma que pode sair de graça, mas Barcelona pede 700 milhões de euros

Jorge Messi, pai e agente de Lionel Messi, chega ao aeroporto de Barcelona

Jorge Messi, pai e agente de Lionel Messi, chega ao aeroporto de Barcelona

Foto: Nacho Doce - 02.set.2020 / Reuters

"Não sei, não sei de nada", disse o pai de Messi ao canal de TV espanhol Cuatro, quando questionado se o jogador deixaria o único clube em que jogou profissionalmente.

Ele evitou perguntas sobre se o Manchester City seria uma boa opção para seu filho. Uma mudança para o clube da Premier League (Campeonato Inglês) permitiria que Messi voltasse a trabalhar com seu ex-técnico no Barcelona, Pep Guardiola.

"Não sei, ainda não há nada", disse Jorge, acrescentando que ainda não teve nenhuma conversa com Guardiola, que ganhou vários títulos como técnico do Barça com Messi na equipe.

Aos 33 anos, o jogador argentino não compareceu ao campo de treinamento do Barcelona para realizar um teste para o novo coronavírus no domingo (30), e também não compareceu a um treino da pré-temporada.

Cláusula no contrato

Segundo diversos relatos, Messi acredita que existe uma cláusula em seu contrato que permite a ele deixar o Barcelona sem precisar pagar multa.

A cláusula expirou no dia 10 de junho de 2020, mas o jogador e seus advogados acreditam que ele ainda tem o direito de ativá-la agora, já que a temporada foi estendida por causa da pandemia de Covid-19.

Contudo, o Barcelona insiste que ele deve cumprir o contrato – válido até 30 de junho de 2021 – a menos que a cláusula de rescisão seja paga.

(Com informações da CNN e da Reuters)