Após casos de Covid-19, estádio onde Flamengo jogaria hoje é interditado

Time carioca enfrenta o Barcelona de Guayaquil pela Libertadores nesta noite

da CNN, em São Paulo
22 de setembro de 2020 às 16:11
Gabigol, do Flamengo, faz teste para Covid-19 no Ninho do Urubu
Foto: Divulgação/Flamengo (18.mai.2020)

A Prefeitura de Guayaquil, no Equador, anunciou a interdição do estádio do Barcelona, até então palco do jogo da noite desta terça-feira (22) contra o Flamengo, na quarta rodada da Libertadores. 

Mais cedo, autoridades do país enviaram uma equipe médica para o hotel onde o time brasileiro se hospeda, para avaliar medidas que podem ser tomadas a respeito dos sete jogadores que foram diagnosticados com a Covid-19 entre domingo (20) e segunda (21).

Leia também:

No Equador, jogadores do Flamengo testam positivo para Covid-19

5x0 é maior derrota do Flamengo na Libertadores; relembre goleadas

A prefeita da cidade, Cynthia Viteri, publicou sobre o assunto em seu perfil do Twitter nesta manhã.

"Ao ser conhecimento público que um grupo de jogadores do Flamengo testou positivo para a Covid, eu enviei uma equipe municipal, integrada pelas secretarias de Saúde, Riscos e Esportes, ao lugar onde estão hospedados, para executar uma análise técnica e as ações a seguir", escreveu.

A assessoria do Flamengo confirmou a decisão da Prefeitura e segue aguardando um posicionamento oficial da Conmebol, que disse anteriormente que não havia a possibilidade de adiar o jogo.