Uefa autoriza retorno de torcida em competições europeias


Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
01 de outubro de 2020 às 14:08 | Atualizado 01 de outubro de 2020 às 14:44

O Comitê Executivo da Uefa, órgão que comanda o futebol na Europa, decidiu nesta quinta-feira (1º) permitir o retorno parcial de torcedores aos jogos de suas competições, incluindo a Liga das Nações e a Liga dos Campeões. 

A medida entrará em vigor já nas partidas das seleções europeias na Liga das Nações, na próxima semana, nos países em que as autoridades autorizarem eventos com público.

O número de torcedores será limitado a 30% da capacidade do estádio e, neste primeiro momento, não será autorizada a presença de torcedores da equipe visitante.

Em nota, a Uefa afirmou que tanto a admissão de torcedores nos estádios quanto o limite de lotação estão sujeitos à decisão das autoridades locais. 

Assista e leia também:

Brasil: Estádios de futebol não receberão torcida nos próximos 30 a 40 dias, diz Feldman
Mbappé testa positivo para Covid-19, segundo mídia francesa
Tribunal anula suspensão do Manchester City das competições europeias

"Os jogos não podem ser disputados com torcida quando as autoridades locais não o permitirem e o limite de 30% só pode ser atingido quando o limite estabelecido pelas autoridades locais não for inferior, caso em que tal limite seria aplicável", disse a entidade, em nota.

O distanciamento social será obrigatório para os espectadores e medidas de precaução adicionais, como o uso de máscara, devem ser implementadas de acordo com as normas locais.

“A decisão é um primeiro passo sensato que coloca a saúde dos fãs em primeiro lugar e respeita as leis de cada país. Embora todos nós enfrentemos um inimigo comum, a Covid-19, diferentes países têm diferentes abordagens e diferentes desafios a qualquer momento", disse o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, também em nota.

"Esta decisão permite muito mais flexibilidade local para lidar com a admissão de torcedores do que anteriormente, respeitando sempre a avaliação das autoridades locais”, completou.

Teste na Supercopa

Jogadores do Bayern de Munique celebram conquista da Supercopa da Uefa

Jogadores do Bayern de Munique celebram conquista da Supercopa da Uefa, primeira partida na Europa que teve torcida em meio à pandemia de Covid-19

Foto: Bernadett Szabo - 24.set.2020/Reuters

A entidade afirmou que o jogo da Supercopa, disputado em 24 de setembro – e no qual o alemão Bayern de Munique derrotou o espanhol Sevilla por 2 a 1 – funcionou como um teste bem-sucedido para a autorização da volta dos torcedores.

Nesta partida específica, disputada em Budapeste, na Hungria, foi autorizada a presença de 15,1 mil pessoas no estádio, pela primeira vez desde o início da pandemia do novo coronavírus. O estádio Puskás Arena tem capacidade para 67,2 mil pessoas.