Técnico Marcelo Veiga, ídolo do Bragantino, morre aos 56 anos por Covid-19

Treinador, que estava no São Bernardo, faleceu por complicações da doença do novo coronavírus após 30 dias internado

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
14 de dezembro de 2020 às 17:40 | Atualizado 14 de dezembro de 2020 às 17:41
Marcelo Veiga
O técnico Marcelo Veiga, durante treino do Bragantino
Foto: Arquivo/Red Bull Bragantino

O ex-jogador e treinador de futebol Marcelo Veiga morreu nesta segunda-feira (14), aos 56 anos, vítima de complicações da Covid-19. A informação foi confirmada por clubes pelos quais Veiga passou, que lamentaram a perda.

Marcelo Veiga foi bastante identificado com o Bragantino, clube do interior de São Paulo que dirigiu sete vezes na carreira, a última entre 2018 e 2019.

No comando do time de Bragança Paulista, hoje rebatizado como Red Bull Bragantino, ele foi campeão da terceira divisão do campeonato brasileiro em 2007. Segundo o RB Bragantino, Veiga dirigiu o clube em 516 partidas, sendo o técnico que mais comandou o time.

Assista e leia também:

Lewis Hamilton diz que ainda sente os efeitos da Covid-19

Correspondente Médico: Como o DNA influencia em formas graves da Covid-19?

Atualmente, Marcelo Veiga trabalhava como técnico do São Bernardo, na região metropolitana da cidade de São Paulo. O treinador ficou cerca de um mês internado na UTI da Santa Casa de Bragança Paulista, segundo o Guarani, por onde ele também passou.

"O Red Bull Bragantino lamenta profundamente a morte do técnico Marcelo Veiga, treinador que mais vezes comandou a equipe - com 516 jogos - nesta segunda-feira (14). Neste momento de luto e tristeza, o clube se solidariza aos familiares e amigos do treinador", lamentou o RB Bragantino.