F1: Britânico George Russell substituirá Lewis Hamilton no GP do Sakhir

Piloto de 22 anos da Williams foi liberado pela equipe – que usa motores da Mercedes – para correr pela equipe alemã no fim de semana

O piloto britânico George Russell, da Williams, será o substituto de Lewis Hamilton no GP do Sakhir de F1
O piloto britânico George Russell, da Williams, será o substituto de Lewis Hamilton no GP do Sakhir de F1 Foto: Reprodução/GeorgeRussell63/Twitter

Ouvir notícia

O piloto britânico George Russell substituirá Lewis Hamilton na Mercedes no Grande Prêmio do Sakhir de Fórmula 1, no domingo (6) depois de ser liberado pela Williams, anunciaram as duas equipes nesta quarta-feira (2).

Hamilton, que já conquistou seu sétimo campeonato mundial, está fora da corrida após testar positivo para Covid-19.

A Williams disse que o britânico Jack Aitken, seu piloto reserva, fará sua estreia na F1 como substituto de Russell ao lado do canadense Nicholas Latifi.

Russell, de 22 anos, será apenas o quinto piloto a correr pela Mercedes desde 2010 e o terceiro britânico a fazê-lo no campeonato mundial de Fórmula 1, depois de Stirling Moss e do próprio Hamilton.

Assista e leia também:
Hamilton está fora do GP do Sakhir de F1 depois de teste positivo para Covid-19
‘Não sou nenhum herói’, diz médico da F1 que ajudou a resgatar Grosjean
F1: Pietro Fittipaldi substituirá Romain Grosjean no GP de Sakhir

“Quero agradecer aos nossos leais parceiros na Williams por sua colaboração e mente aberta em tornar possível que George corresse pela Mercedes neste fim de semana”, disse o diretor da Mercedes, Toto Wolff.

“As conversas com a Williams foram positivas e pragmáticas, e esses foram os fatores-chave para chegar a um acordo.” A Mercedes também já conquistou o sétimo título consecutivo de construtores.

A Williams, que usa motores Mercedes e recentemente foi vendida para Dorilton Capital, com sede nos Estados Unidos, é atualmente a último da classificação geral.

Russell, ex-campeão de GP3 e Fórmula 2 que impressionou em um carro pouco competitivo este ano, correrá ao lado do finlandês Valtteri Bottas, segundo piloto da Mercedes.

Assista e leia também:
F1: Hamilton conquista sétimo título e iguala marca de Schumacher
São Paulo anuncia renovação com F1 para prova em Interlagos até 2025

“Quero agradecer imensamente a todos na Williams por me darem esta oportunidade. Posso usar um traje de corrida diferente neste fim de semana, mas sou um piloto da Williams e torcerei por minha equipe em cada etapa do caminho “, disse Russell.

“Vejo isso como uma grande chance de aprender com o melhor time do grid agora e voltar como um piloto aprimorado, com ainda mais energia e experiência para ajudar a impulsionar a Williams ainda mais no grid.”

“Obviamente, ninguém pode substituir Lewis, mas darei tudo pela Mercedes em sua ausência assim que entrar no carro”, acrescentou o britânico, que ainda não pontuou na Fórmula 1.

Mais Recentes da CNN