Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fifa adotará impedimento semiautomático na Copa do Mundo; veja como funciona

    Nova ferramenta já foi testada no Mundial de Clubes de 2021, e promete acelerar a identificação de impedimentos na Copa

    Gabriel Fernedada CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    A Fifa anunciou que utilizará uma nova tecnologia semiautomática de impedimento na Copa do Mundo no Catar, que começa em 21 de novembro. A nova tecnologia já foi testada em duas ocasiões: na Copa Árabe e no Mundial de Clubes da temporada de 2021.

    O presidente da Fifa, Gianni Infantino, enfatizou que a nova ferramenta é uma evolução no sistema do VAR, que já vem sendo implantado no futebol mundial.

    “Na Copa do Mundo da Fifa 2018, a Fifa deu o corajoso passo de usar a tecnologia VAR no maior palco do mundo, e provou ser um sucesso indiscutível. A tecnologia de impedimento semiautomatizado é uma evolução dos sistemas VAR que foram implementados em todo o mundo. Essa tecnologia é o culminar de três anos de pesquisa e testes dedicados para fornecer o melhor para as equipes, jogadores e torcedores que irão para o Catar”.

    Todos os detalhes sobre a configuração da tecnologia semiautomática de impedimento serão apresentados às equipes que se classificaram para a Copa do Mundo de 2022 em Doha, nos dias 4 e 5 de julho.

    Veja como funciona a tecnologia

    De acordo com a federação, a nova ferramenta utilizará um sensor, que ficará no centro da bola e ajudará a identificar o momento em que houver contato com algum atleta.

    Doze câmeras estarão espalhadas pelo estádio, e terão a capacidade de identificar 29 possíveis pontos de contato entre o atleta e a bola, 50 vezes por segundo, na exata posição do campo.

    O cruzamento dos dados encontrados entre o posicionamento dos atletas, da bola e do contato com um determinado jogador emitirá um alerta automático para a sala do VAR. Este alerta sempre acontecerá quando um jogador receber a bola em posição irregular.

    Após o alerta, os árbitros da cabine de vídeo validarão a decisão de forma manual, mas baseado nas informações enviadas pela tecnologia, com o intuito de tornar a decisão mais rápida e precisa.

    Após a confirmação do impedimento, será gerada uma animação 3D, que detalhará a posição dos atletas que participaram da jogada no momento em que o passe foi feito.

    Mais Recentes da CNN