Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bia Zaneratto, atacante da Seleção Brasileira, tem paixão por carros antigos; veja coleção

    Fora dos gramados, a artilheira herdou do pai a paixão por carros antigos

    Bia Zaneratto com seu Maverick.
    Bia Zaneratto com seu Maverick. Reprodução / Instagram

    Mateus Moreirada Itatiaia

    Bia Zaneratto, atacante do Palmeiras, faz parte do elenco da Seleção Brasileira que disputa a Copa do Mundo Feminina, na Austrália e na Nova Zelândia, e até marcou um golaço na estreia contra o Panamá. Fora dos gramados, a artilheira não esconde a sua paixão por carros antigos.

    Ainda na infância, Bia tomou gosto por carros com influência de seu pai. Em entrevista ao “The Players´ Tribune”, ela contou sobre a paixão e mostrou alguns dos modelos que adquiriu ao longo do tempo.

    “Desde pequenininha eu sempre gostei muito de carro, de um modo geral, e de dirigir. Era uma coisa, assim, que eu esperava por aquele momento. Às vezes eu pedia, ‘Pai, me leva em algum lugar pra eu ficar dirigindo um pouquinho’. É uma paixão por carros antigos, mas também é uma paixão por dirigir de um modo geral”, relatou.

    Na garagem de Bia Zaneratto, estão algumas raridades como um Opala branco SS 1977, um Ford Maverick vermelho GT 302 V8 e uma Chevrolet vermelha C14, modelos da década de 1970. Entre todos eles, o Maverick é o favorito da atacante: em um bom estado, reformado e/ou com peças originais, o seu valor pode chegar a R$ 300 mil.

    “Eu, meu irmão, todos temos essa paixão. A vida fez com que eu conseguisse dar ao meu pai esses carros que estão na garagem e acho que não largo mais esse amor pelas raridades também não”, contou.

    Reformado pelo pai, o Opala 77 da coleção de Zaneratto é avaliado em cerca de R$ 230 mil. Por outro lado, os valores da caminhonete podem chegar a R$ 150 mil.

    Seleção Brasileira

    Com o gol marcado na goleada por 4 a 0 diante do Panamá, na estreia da Copa do Mundo Feminina, Bia Zaneratto se tornou a quinta maior artilheira da história da Seleção Brasileira. Tendo balançado as redes em 39 oportunidades, a Imperatriz está há três três gols de empatar com Pretinha e Roseli, e entrar para o Top4. Veja o ranking:

    1. 119 – Marta;
    2. 83 – Cristiane;
    3. 57 – Debinha;
    4. 42 – Pretinha e Roseli;
    5. [39] – Bia Zaneratto;
    6. 33 – Sissi;
    7. 29 – Kátia Cilene;
    8. 28 – Formiga;
    9. 18 – Daniela Alves.

    Próxima partida

    No próximo sábado (29), às 7h (horário de Brasília) Bia Zaneratto volta a entrar em campo pela Seleção Brasileira na partida contra a França. O duelo, que vale a liderança do Grupo F, será válido pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo Feminina.