Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Veja a punição que o Corinthians recebeu por gritos homofóbicos contra o São Paulo

    Clube ainda pode recorrer da decisão do STJD

    Torcida do Corinthians
    Torcida do Corinthians Evander Portilho / Corinthians

    Luis Fabianida Itatiaia

    Nesta quarta-feira (14), o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) determinou a perda de um mando de campo com portões fechados ao Corinthians. O motivo se dá pelos gritos homofóbicos entoados na Neo Química Arena no clássico contra o São Paulo, em maio, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

    A decisão foi tomada com base no artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

    Nele consta que a pena prevista “é a suspensão de cinco a 10 partidas ou 120 a 360 dias se for praticada por qualquer outra pessoa natural submetida ao CBJD, além da multa de R$ 100 a R$ 100 mil. O parágrafo primeiro prevê ainda que se a ação for praticada simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a um mesmo clube, este também será punido com a perda do número de pontos atribuídos a uma vitória. Caso não haja atribuição de pontos pelo regulamento da competição, a entidade poderá ser excluída do torneio”.

    O Corinthians ainda pode recorrer da decisão.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original