Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Larcamón valoriza ponto na estreia e cita dificuldade com altitude na Sul-Americana

    Treinador do Cruzeiro analisou a dificuldade da partida contra a Universidad Católica de Quito, do Equador

    Universidad Católica-EQU x Cruzeiro - 04/04/2024Universidad Católica-EQU x Cruzeiro, no Estádio Olímpico Atahualpa.
    Universidad Católica-EQU x Cruzeiro - 04/04/2024Universidad Católica-EQU x Cruzeiro, no Estádio Olímpico Atahualpa. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

    Guilherme Piuda Itatiaia

    O técnico Nicolás Larcamón valorizou o ponto conquistado pelo Cruzeiroapós o empate em 0 a 0 com a Universidad Católica-EQU, na estreia da Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira (4), no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador.

    O comandante argentino ressaltou a dificuldade na partida em decorrência da altitude.

    Dentre as capitais mais altas do mundo, Quito é a segunda, localizada a 2.850 acima do nível do mar. A cidade equatoriana fica atrás apenas de La Paz, na Bolívia (3.640m).

    “Hoje (quinta-feira) foi uma noite difícil, pois tivemos a situação de altitude, que dificulta muito o desempenho dos atletas. Tivemos (pela frente) um time (Universidad Católica-EQU) que faz muito bem a coisas. Estamos claros que esse ponto pode ser muito importante na fase classificatória”, disse, Larcamón.

    De acordo com Nicolás Larcamón, a altitude afetou até o volante José Cifuentes, de nacionalidade equatoriana, e que está acostumado a atuar na altitude de Quito.

    “Um pouco de tudo acontece neste tipo de jogo. Mesmo o Cifu terminou com câimbra, dificuldade de terminar o jogo. Jogador que esperávamos que não tivesse dificuldade para jogar neste campo”, revelou.

    Antes da partida, o volante Lucas Romero disse que Cifuentes era o responsável por dar dicas em relação à altitude.

    “Cifuentes nos ajuda muito. Ele conhece a Liga, o país e à altitude. Nos deu conselhos para enfrentar e fazer uma boa partida”, falou.

    O jogo

    Larcamón também analisou o jogo do Cruzeiro, que começou melhor no estádio Olímpico Atahualpa, mas não conseguiu manter o ritmo.

    “Foi um jogo difícil. A primeira meia hora foi muito o que sempre tentamos fazer. O rival tem a claridade do desempenho do visitante e sabe como fazer para ser mais difícil pela parte condicional dos atletas. Reposição rápida, escanteios, a bola fora estão jogando muito rápido. Campo muito difícil. Acho que foi o jogo mais difícil da fase classificatória”, analisou.

    “Quero destacar o desempenho de todos os atletas. Somos um time que somos fortes, com a participação de todos os atletas. Hoje foi uma amostra clara do que somos capazes quando contamos com mais atletas”, finalizou o treinador.

    Contente com o ponto, e, principalmente, com o foco 100% no domingo, que teremos um jogo importante com nossa torcida, para coroar um torneio estadual. Será um jogo importante para nós.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original