Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Thiago Silva mira Libertadores no Flu: “Não vim passear”

    Camisa 3 está de volta ao futebol brasileiro após 16 anos de sucesso no futebol europeu, com passagens marcantes por Milan, PSG e Chelsea

    Thiago Silva é recebido com festa da torcida do Fluminense
    Thiago Silva é recebido com festa da torcida do Fluminense Matheus Dantas / Itatiaia

    Matheus Dantasda Itatiaia

    Foram 16 anos longe de casa, mas Thiago Silva está de volta ao Fluminense. Após desembarcar no Rio de Janeiro nesta madrugada e ser recebido pela torcida no Aeroporto do Galeão, o Monstro foi o protagonista de um show tricolor no Maracanã, que recebeu mais de 55 mil torcedores nesta sexta (7).

    Após o dia intenso, o camisa 3 explicou o motivo de ter voltado ao clube que o revelou. Campeão por onde passou, Thiago Silva reforçou que sonha com a conquista da Libertadores – lembrando o vice de 2008 – e reforçou que não veio ao Rio de Janeiro para passear.

    “É o meu desejo e meu sonho, da minha família (o bi da Libertadores). Não vim para brincadeira, para passear. Se fosse para passear, encerrava minha carreira e ficava na Europa com minha família, que aproveitaria muito mais. Aqui, o meu comprometimento continuará sendo. Ainda mais, pois sei o quanto o Thiago fez com que essa expectativa fosse criada. Não vim passear. Se fosse para passear, iria para qualquer lugar, menos para cá”, afirmou Thiago Silva.

    “Muitos me perguntam porque eu não voltei antes, no ano passado, pelo fato de terem vencido a Libertadores. Não era o momento certo, sempre cumpri meus contratos. Procurei cumprir. Se estou feliz hoje é porque honrei meus compromissos e isso faz a noite de hoje ainda mais especial. Faz parte da minha índole”, seguiu o camisa 3.

    O reencontro no Maracanã, palco da despedida do Monstro em 2008, foi diante de 55 mil torcedores, que festejaram a volta de Thiago Silva com show de Sorriso Maroto, Ferrugem e Mumuzinho.

    “Primeiramente, fiquei muito nervoso. Diferente de entrar em campo e jogar. Me sinto bem jogando sob pressão. Hoje, a pressão foi difícil, mas foi especial. Nem nos melhores sonhos imaginava viver esse Maracanã tão lindo, com minha família e amigos tão próximos, jogadores que estiveram aqui comigo em 2008. Foi um dia inesquecível para mim e para os meus filhos”, afirmou.

    Atuando por Milan-ITA, Paris Saint-Germain-FRA e Chelsea-ING, o zagueiro teve uma trajetória de sucesso e marcada por títulos no Velho Continente.

    Agora, aos 39 anos, retorna ao clube de coração atuando em alto nível e reencontrará velhos conhecidos no futebol brasileiro, como Marcelo e Lucas Moura.

    Confira outras respostas de Thiago Silva em seu retorno ao Fluminense:

    Decisão de deixar a família em Londres

    “É difícil. Não é uma situação fácil, mostra o meu amor pelo Fluminense. Só o amor faz a gente tomar decisões tão difíceis. Deixar a família em Londres, sei que não será fácil. Acredito em tudo o que Deus preparou para mim. É o clube que me abriu as portas. É justo voltar para onde tudo começou. Não para encerrar minha carreira, mas para disputar títulos.”

    Espelho na trajetória de Marcelo e cobrança dos companheiros por volta

    “Dúvida nunca tive que voltaria para o lugar certo. A cobrança foi grande do Marcelo do Renato, do Cano… Botaram pressão a todo momento. O Marcelo falava, brincando: ‘Vem logo, daqui a pouco não estou aqui”. Foi gostoso, foi uma escolha acertada, estou com o coração tranquilo. Não tenho dúvida que minha escolha foi a mais acertada possível.”

    Condições físicas e expectativa por estreia

    “Agora é o período de programar minha pré-temporada. Acho que nunca tive tanto tempo para fazer uma pré-temporada como essa. Fiz treinos em Londres, na próxima semana vou seguir assim para depois do dia 17 estar com o grupo, me entrosar e pegar condicionamento treinando com o pessoal.”

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original