Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Rivaldo detona CBF após campanha no Pré-Olímpico: “Tudo desorganizado”

    Seleção Brasileira perdeu para Argentina e Paraguai e não conseguiu vaga para as Olimpíadas de Paris 2024

    Rivaldo com a camisa da Seleção Brasileira
    Rivaldo com a camisa da Seleção Brasileira Stu Forster/Getty Images

    da Itatiaia

    Depois de ser derrotada pela Argentina e pelo Paraguai no quadrangular final do torneio Pré-Olímpico, a Seleção Brasileira perdeu a chance de defender dois títulos consecutivos nos Jogos Olímpicos e está fora da competição em Paris-2024.

    Na opinião do craque Rivaldo, boa parte da responsabilidade pela desclassificação deve ser creditada à CBF.

    “A CBF está tendo problemas e isso está afetando as competições e até a Seleção principal. Está tudo desorganizado, uma confusão danada, e quem está pagando são os jogadores. Os atletas são cobrados, mas isso já vem desorganizado faz algum tempo, desde antes da Copa do Mundo. Isso é ruim para o futebol brasileiro, acho que está perdendo muita força por tanta desorganização”, afirmou em conteúdo produzido pela Betfair, patrocinadora do campeão mundial.

    Rivaldo também falou sobre como a desclassificação impacta os jovens jogadores que disputaram o Pré-Olímpico e até a Seleção principal, agora dirigida por Dorival Jr.

    “Os jogadores têm o sonho de fazer coisas pela Seleção, mas a desorganização está dentro da CBF, e isso está afetando os atletas e até as competições que o Brasil tem pela frente. Isso é muito ruim para o treinador que entrou agora, pois Dorival precisa consertar essa situação difícil. Ele é um grande treinador, mas é claro que a falta de organização dentro da CBF está demais. Isso está sendo uma vergonha para o Brasil mundialmente”, afirmou.

    “A Seleção Brasileira, duas vezes campeã olímpica, agora está fora dessa disputa, que é uma competição importante, é o sonho de todo jogador disputar uma Olimpíada”, prosseguiu Rivaldo.

    “E tudo isso porque a CBF está desorganizada, está uma bagunça. É triste, não queria falar isso, queria falar de coisas boas da Seleção, da CBF, mas infelizmente a situação é essa. Complicado, isso vai afetar os jogos que o Brasil tem pela frente, como a Copa América. Nas eliminatórias, todo mundo acredita que o Brasil vai estar na Copa do Mundo, mas a situação en que a Seleção está hoje está vergonhosa”, complementou.

    Futuro e confiança no treinador

    Apesar do pessimismo e das críticas à CBF, Rivaldo disse que acredita em uma reviravolta da Seleção Brasileira sob o comando de Dorival Jr. Campeão mundial em 2002, o ex-jogador crê em um choque anímico com o novo treinador.

    “Espero que o Dorival possa mudar essa situação, que faça o Brasil jogar bem, realizar bons jogos e trazer de volta aquela empolgação para os torcedores. É triste o Brasil não estar nas Olimpíadas, muito triste ver o Brasil do jeito que está”, desabafou.

    Klopp fora do Liverpool

    O anúncio de que o técnico alemão Jurgen Klopp vai se desligar do Liverpool, equipe pela qual conquistou muitos títulos, pegou o mundo do futebol de surpresa. Mas Rivaldo defendeu a decisão do treinador.

    “Acho que ele fez uma decisão certa. Se ele quiser um ano para descansar, para poder curtir a sua família, isso é fundamental para sua vida. Depois sim, pensar em voltar a ser treinador”, afirmou.

    “Ele tem currículo, tem história para ser treinador em qualquer lugar ou equipe do mundo pelo profissional que é, pelo vencedor que é. Pelo que vi, ele não vai treinar nenhuma equipe da Inglaterra, mas tem espaço em qualquer lugar, na Espanha, na Itália, na Alemanha, na França, em qualquer país”, explicou.

    “Acredito que ele possa ir para a Espanha, ter uma oportunidade de treinar uma equipe espanhola. O Xavi está saindo, mas como ele pediu um ano para aproveitar a sua família, vai ser difícil ele assumir agora o Barcelona ou alguém entrar em contato com ele pois vai querer descansar um pouco. Mas no futuro próximo ele poderá ser um grande treinador dentro do Barcelona”, opinou.

    Qual o destino de Mbappé?

    Outro assunto que tem recebido destaque no futebol europeu é o destino do francês Kylian Mbappé. Tudo indicava que o jogador acertaria, enfim, sua mudança para o Real Madrid, que vem sendo cogitada há anos.

    Mas agora aparece a possibilidade de que ele vá jogar na Premier League, defendendo o Arsenal. Rivaldo questiona se essa falta de definição não pode afetar a carreira do jovem craque:

    “Ele é um grande jogador, mas essa saída dele do PSG está sendo uma novela. Falam muito do Real Madrid, mas não sei se ele vai ou não para o time espanhol pela novela que está sendo. Mesmo sabendo que ele é um grande jogador com uma capacidade enorme, já faz anos que fala que ele vai para o Real Madrid e vai ter uma hora que o presidente Florentino e a torcida já vão se revoltar com essa situação toda. É tanta história acontecendo e nada de se resolver”, disparou.

    “É claro que o Real Madrid seria uma oportunidade ótima para ele jogar, mas pelas coisas que estão acontecendo, pelos boatos, talvez possa até abrir essa porta para jogar no futebol inglês. O Arsenal é um grande clube. Pelo futebol que tem, em qualquer clube que ele for, vai jogar bem, pois é um ótimo jogador. É novo, tem muita coisa para jogar ainda”, afirmou.

    Destino de James Rodríguez

    Por fim, Rivaldo falou sobre o destino de James Rodríguez, contratado no meio de 2023 pelo São Paulo com status de protagonista. Em suas 14 partidas pelo Tricolor Paulista, o jogador colombiano nunca conseguiu se firmar entre os titulares.

    Com muitos problemas físicos e dificuldades para se encaixar nos métodos de trabalho do clube, o jogador não foi relacionado para a final da Supercopa do Brasil, gerando especulações de sua saída. Para Rivaldo, o atleta precisa mostrar que tem condições de jogar em alto nível para ter oportunidades em outros clubes.

    “James Rodríguez pode ter espaço em qualquer clube, mas temos que saber se ele quer ou não ser aquele jogador que ele tem capacidade de ser. Ele não pode viver do passado, tem que viver pelo presente, mostrar que tem condições de jogar porque ele é um grande jogador, tem muita classe. Ele ainda tem idade para jogar, poder fazer muitas coisas boas ainda no futebol”, finalizou.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas