Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Romário fala sobre esportistas que não quiseram participar de documentário

    Quatro nomes de peso se recusaram a dar declarações sobre a carreira do Baixinho

    Romário colecionou desafetos em sua carreira no futebol
    Romário colecionou desafetos em sua carreira no futebol Diego Padilha

    Da CNN

    Lances geniais, gols e declarações que exaltam o ex-jogador. A série “Romário, O Cara” apresenta a ascensão do Baixinho no futebol internacional, mas contou com desfalques de peso.

    Quatro nomes que, de alguma forma, estiveram presentes na carreira de Romário não quiseram participar do documentário: Zagallo, Dunga, Muller e Careca. Para o ex-jogador, a série era uma oportunidade dos possíveis desafetos falarem abertamente sobre suas relações.

    “Eu tenho 58 anos. Dentro da minha idade, posso dizer que já aconteceram muitas coisas comigo. São poucas coisas na minha vida que me surpreendem, e não tem nenhum tipo de surpresa. É claro que eu adoraria, eu acredito que a série até seria mais apimentada com o que esses caras tinham para falar”, comentou.

    Romário aproveitou para falar sobre o atrito que teve com Dunga, companheiros na conquista do Tetra em 94 com a Seleção Brasileira, e finalizou dizendo que respeita as ausências dos convidados.

    “O Dunga foi um problema que eu tive já como deputado e ele como treinador da Seleção. A gente teve um desentendimento, não foi nada do futebol, nada do campo, eu acredito que ele não tenha falado por causa disso, que é um direito dele. Os outros eu acabei não entendendo o porquê, mas eu respeito. Tem problema nenhum”, finalizou.

    Dunga teve duas passagens pela Seleção Brasileira no século
    Dunga foi convidado, mas não participou da série / Lucas Figueiredo / MoWA Press

    Onde assistir

    “Romário, O Cara” é uma série documental dividida em seis episódios sobre a história de um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. A primeira temporada tem como foco o período do início dos anos 90, quando o atacante teve uma relação conflituosa com a comissão técnica da Seleção Brasileira antes de ser campeão da Copa do Mundo de 1994. A série está disponível no serviço de streaming Max no Brasil e em toda a América Latina.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas