Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Brazil Open: Rafa Becker é o melhor brasileiro em rodada interrompida pelo mau tempo

    Etapa do PGA Américas começou com 6 horas e 20 minutos de atraso. Poucos atletas completaram os 18 buracos

    Rafa Becker foi o melhor brasileiro no primeiro dia do Brazil Open
    Rafa Becker foi o melhor brasileiro no primeiro dia do Brazil Open Foto: Divulgação/ CBGolfe

    Ricardo Fonsecada CNN

    Um forte temporal que caiu na madrugada e manhã desta quinta-feira (18), alagou o percurso do Campo Olímpico de Golfe, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, atrasando em seis horas e 20 minutos o início da primeira rodada do 69º ECP Brazil Open, torneio do PGA Tour Américas.

    A competição só começou às 13h e foi interrompida às 17h31 por falta de luz natural. Apenas nove dos 144 jogadores conseguiram completar os 18 buracos do dia, antes de escurecer.

    A primeira rodada será concluída nesta sexta-feira (19), quando também começa a disputa da segunda rodada do torneio válido para o Ranking Mundial Oficial de Golfe (OWRG). Após os primeiros 36 buracos, haverá um corte e apenas os 60 mais bem colocados e empatados voltarão a campo para disputar os prêmios em dinheiro da bolsa de 220 mil dólares, sendo 40,5 mil dólares para o campeão. Se não acontecerem novos atrasos, todos devem completar os 54 buracos até sábado e disputar a final no domingo, como previsto.

    Brasileiros

    Rafa Becker foi o brasileiro com melhor desempenho no dia. Ele começou pelo tee do buraco 10 e fez quatro birdies nesta segunda metade do campo, quando chegou a estar em segundo lugar no placar, com quatro abaixo.

    Becker perdeu duas tacadas no buraco 2, seu 11º do dia, mas fez novo birdie no 3, antes de a sirene soar interrompendo o jogo e ele parar com três abaixo no total, empatado em nono lugar. Nesse primeiro dia, metade dos competidores começou pelo buraco 1 e a outra metade pelo 10, todos em grupos de três jogadores.

    Quem também teve um bom começo foi Carlos Eduardo Ferreira, o Dudu, profissional do Campo Olímpico, que só garantiu uma vaga na competição principal na seletiva da última segunda-feira (15). Dudu, que começou pelo 1, só teve tempo de completar a primeira metade do campo, onde fez dois birdies e um bogey para jogar uma abaixo e empatar em 23º lugar.

    Apenas mais três dos 10 brasileiros inscritos começaram a rodada nesta quinta-feira, os outros seis só estreiam amanhã. Os dois que também vieram da seletiva estão acima da linhas de corte: Igor Santana, 43º colocado, com uma acima do par, seguido e Iorkys Cabrera, cubano radicado em Curitiba, em 53º, com duas acima. Daniel Kenji Ishii, revelado no Itanhangá, que joga com convite da Confederação Brasileira de Golfe, está em 64º lugar, com três acima.

    Liderança

    O líder do Brazil Open até o momento, é o americano Ollie Osborne, um dos poucos que completou os 18 buracos. Ele, que começou pelo 10, fez um eagle ao terminar o buraco 16, de par 4, com duas tacadas, e ainda fez mais quatro birdies para somar 65 tacadas, e liderar com seis abaixo do par, sem ter feito um bogey sequer.

    Em segundo na classificação, com cinco abaixo, mas apenas nove buracos jogados, estão o americano Brendon Doyle e o argentino Mauro Baez Julien. O mexicano José de Jesus Rodrigues, o “Camarão”, jogou apenas 12 buracos e vem empatado em quarto, com quatro abaixo.

    Ollie Osborne, golfista norte-americano
    Ollie Osborne está na liderança do Brazil Open / Foto: Divulgação/ PGA Américas

    O 69º ECP Brazil Open é uma realização do PGA Tour Américas, Campo Olímpico de Golfe e Confederação Brasileira de Golfe (CBGolfe), com apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), através de projetos com recursos da Lei das Loterias. O patrocínio é da ECP Environmental Solutions e a media partner é a CNN Brasil.


    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas