Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Zebras na Copa já eram esperadas, mas Austrália surpreendeu, analisa jornalista

    À CNN Rádio, Gabi Nolasco avaliou que último ciclo de Copa marcou o desenvolvimento de ligas nacionais fortes na Europa

    Australianas avançam pela primeira vez às semifinais
    Australianas avançam pela primeira vez às semifinais Carl Recine/Reuters

    Bel CamposRicardo Gouveiada CNN

    A jornalista esportiva Gabi Nolasco, fundadora do site Joga Delas, sobre futebol feminino, esperava zebras na Copa do Mundo deste ano. Mas o desempenho da anfitriã Austrália no torneio, diz ela, é surpreendente.

    Nolasco destacou que o apoio da torcida local nos estádios contribuiu muito para que a seleção australiana chegasse às semifinais do Mundial, feito até então inédito no futebol do país — inclusive entre os homens.

    “Minha expectativa era de que nós teríamos muitas zebras porque o futebol feminino evoluiu bastante”, disse a jornalista em entrevista à CNN Rádio. “Mas, para mim, um time da casa na semifinal, principalmente a Austrália, me surpreendeu. O fator casa ajuda muito.”

    Gabi Nolasco avalia que o alto número de zebras nesta Copa se deu, entre outros fatores, pelo investimento recente de diversos países no futebol feminino. Seleções campeãs mundiais como Estados Unidos e Alemanha, por exemplo, encontraram adversárias muito mais preparadas desta vez.

    “Nós vemos com o investimento na Europa que dá para bater de frente. São competições que desenvolvem mais jogadoras”, analisa. “Nós tínhamos os Estados Unidos mais potentes e a Inglaterra também, mas vemos agora que outras seleções europeias podem alcançar.”

    A jornalista arrisca como palpite uma final entre Espanha e Inglaterra, países que desenvolveram ligas nacionais fortes nos últimos anos. No entanto, Gabi Nolasco não desconsidera uma nova surpresa na decisão, com as australianas buscando o título.

    Nesta terça-feira (15), a Espanha venceu a Suécia por 2 a 1 e se classificou para a final da Copa do Mundo. A outra semifinal, entre Austrália e Inglaterra, está marcada para esta quarta (16), às 7h (de Brasília).

    A decisão será disputada no Estádio Olímpico de Sydney, na Austrália. O jogo está marcado para domingo (20), também às 7h. Na véspera, acontece a disputa de terceiro lugar, às 5h, em Brisbane.

    Conheça as seleções que já foram campeãs da Copa do Mundo Feminina

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas