Coreia do Norte dispara mísseis de curto alcance, diz Seul

Segundo a Coreia do Sul, as ações são parte de exercícios militares conduzidos pelos norte-coreanos

Da CNN, em São Paulo
14 de abril de 2020 às 08:41
Em março, a Coreia do Norte disparou nove mísseis balísticos de curto alcance em quatro rodadas de testes
Foto: Reprodução/ Reuters

As Forças Armadas da Coreia do Sul afirmaram que a Coreia do Norte disparou diversos projéteis que seriam mísseis de cruzeiro de curto alcance, da área de Munchon, na Província de Gangwon, em direção ao mar entre a Coreia do Sul e o Japão, na manhã desta terça-feira (14).

“Nosso Exército observa de perto o movimento militar adicional da Coreia do Norte e mantém uma postura de preparação firme”, segundo um comunicado do Estado Maior Conjunto da Coreia do Sul (JCS, em inglês). “Neste momento, as autoridades de informação da Coreia do Sul e dos Estados Unidos estão analisando de perto os assuntos relacionados.”

De acordo com Seul, as ações são parte de exercícios militares conduzidos pelos norte-coreanos. Os testes ocorrem na véspera de um feriado nacional na Coreia do Norte, que celebra o aniversário de Kim Il-sung, fundador do país e avô do líder atual, Kim Jong-un.

Leia também: 

COVID-19: para salvar vidas, Coreia do Sul testa, rastreia e trata, diz cônsul

Por que a Itália soma tantas mortes a mais que a Coreia do Sul por coronavírus

Lançados por volta das 7h (4h em Brasília), os mísseis caíram no mar a mais de 150 km da costa leste da cidade de Munchon, informou o JCS, que não detalhou quantos foram disparados.

“Houve um aumento nas atividades da Força Aérea [da Coreia do Norte], as quais acreditamos que têm o objetivo de compensar a falta de treinamento que eles deveriam ter feito no fim de março” em razão da pandemia do novo coronavírus, segundo as autoridades sul-coreanas. “E eles normalmente realizam eventos militares perto do aniversário de 15 de abril.”

A Coreia do Norte tem realizado alguns exercícios militares, incluindo o disparo de diversos mísseis balísticos de curto alcance. Em março, o país disparou nove deles em quatro rodadas de testes, segundo analistas.

(Com Reuters)