China eleva tensão com EUA e ordena que consulado seja fechado

Fechamento da representação americana em Chengdu é anunciada após o mesmo acontecer com o consulado chinês em Houston

James Griffiths, da CNN
24 de julho de 2020 às 01:29 | Atualizado 24 de julho de 2020 às 09:21

A China ordenou o fechamento do consulado dos Estados Unidos em Chengdu, dias depois de Washington forçar o consulado chinês em Houston a interromper as operações.

Leia também:
FBI acredita que China esconde cientista fugitiva em consulado na Califórnia

Secretário de Estado dos EUA coloca em xeque décadas de relações com a China

Uma declaração do Ministério das Relações Exteriores disse que diplomatas dos EUA na China foram notificados na manhã de sexta-feira que Pequim estava revogando a licença do consulado de Chengdu no sudoeste da China, que recebeu ordem de "interromper todos os negócios e atividades".

Ele acrescentou que os EUA "provocaram unilateralmente o incidente" ao ordenar o fechamento do escritório de Houston, uma ação que Pequim disse "violar seriamente o direito internacional e as normas básicas das relações internacionais".

"A situação atual entre a China e os Estados Unidos é algo que a China não quer ver, e a responsabilidade cabe inteiramente aos Estados Unidos", afirmou o Ministério das Relações Exteriores.

"Mais uma vez, exortamos os EUA a revogar imediatamente a decisão errônea de criar condições necessárias para o retorno das relações bilaterais ao normal".